Como saber se alguém está mentindo no e-mail ou no WhatsApp

Numa conversa via mensagem de texto ou e-mail é mais difícil detectar mentiras do que num encontro face a face. Veja algumas dicas para reconhecer enganadores

São Paulo — Você percebe quando uma pessoa está mentindo num e-mail, numa mensagem no WhatsApp ou no Facebook? Sem ver o rosto e os gestos da pessoa, e sem ouvir sua voz, fica muito mais difícil perceber a enganação.

O Wall Street Journal entrevistou Tyler Cohen Wood, autora de um livro que, entre outros temas, trata das mentiras na internet e como reconhecê-las. Ela trabalha para o governo americano na área de segurança digital.

Na entrevista, Tyler lista alguns possíveis sintomas de que alguém está mentindo no e-mail ou numa mensagem de texto. Nenhum desses indícios, isolado, prova que há mentira. Mas, se vários deles começam a aparecer, é bom ficar esperto. 

Nesse caso, Tyler sugere continuar a conversa por telefone ou em algum serviço de telefonia na internet, como o Skype. Assim, fica mais fácil decifrar as atitudes do interlocutor.

Vejamos alguns indícios de mentira apontados por ela:

Insistência

Preste atenção no uso de palavras como “mesmo”, “realmente” e “de verdade”; e nas repetições de frases. Essas construções enfáticas indicam que a pessoa quer muito que você acredite no que ela diz. Alguns mentirosos abusam delas.

Pessoal x Impessoal

Fique atento a frases que sugerem uma atitude de distanciamento. Você diz, por exemplo: “Fiquei muito feliz com nossa conversa. Como foi para você?”. A pessoa responde: “A conversa foi legal”. O tom impessoal sugere que ela não se sente próxima de você. Assim, há mais chances de ela mentir.

Cadê a resposta?

Respostas evasivas inspiram cuidado. Você pergunta, por exemplo: “Você disse isso ao cliente?”. E vem a resposta: “Conversamos sobre muitos assuntos. Eu devo ter dito”. Nessa situação, é provável que a pessoa não queira admitir que falhou na conversa com o cliente.

Excesso de cautela

O uso exagerado de expressões de cautela como “para ser honesto”, “não há com que se preocupar” e “sinto dizer” também pode ser um sintoma de que algo não está certo.

Passado vira presente

Você já viu alguém começar a contar algo no passado e, de repente, mudar o tempo verbal para o presente? Em geral, a narração de um fato é feita no passado. Mas, se a pessoa está inventando uma estória, é mais fácil ela se distrair e soltar alguma frase no presente.

Inconsistências

Inconsistências naquilo que alguém diz são um óbvio indício de mentira. Se o interlocutor conta que é filho único e, em outro momento, menciona um irmão ou uma irmã, ele se entregou.