Como funciona a assistente virtual Cortana no Windows 10

Hoje, a Microsoft libera uma grande atualização para o Windows 10. Um dos principais pontos é a chegada da assistente Cortana. Saiba mais sobre ela

São Paulo – Após alguma espera e ansiedade, a assistente virtual Cortana finalmente chegará ao Brasil. Ela terá uma personalidade toda brasileira: é fã de futebol, conhecedora de samba e amante de novelas.

Criada inicialmente para a versão móvel do Windows, ela apareceu recentemente em notebooks e desktops pelo Windows 10 em alguns mercados estrangeiros. Agora, completamente adaptada, ela chega também aos brasileiros na atualização de aniversário do sistema operacional (leia mais sobre o update nesta matéria).

Com o Windows 10, os usuários poderão fazer consultas e pedidos à assistente por meio de interação por voz ou texto. Ela pode ser acessada no menu iniciar ou então com um comando de voz (hey, Cortana!).

EXAME.com participou de uma demonstração feita pela Microsoft. A assistente se mostrou bastante funcional e com taxa de acerto e reconhecimento de ordens bastante alta—algo compatível com outras tecnologias do tipo, como Siri (da Apple) e Google Now.

“Ainda estamos descobrindo a Cortana. A assistente de hoje é completamente diferente do que a Cortana será daqui seis meses”, disse Gustavo Lang, gerente de Windows na Microsoft Brasil.

Isso acontece pois Cortana usa tecnologia de machine learning. Em linhas gerais, quanto mais utilizada, mais ela aprende—seja sobre o usuário em particular ou então sobre os hábitos de fala dos brasileiros. Ela é capaz de extrair informações como hábitos e padrões do usuário.

Na apresentação, Lang ressaltou que a atualização do Windows traz uma nova experiência de interação entre usuários e máquinas. “Você pode ditar um e-mail a um computador há vários anos. Mas esse tipo de interação com um computador passou a ser possível graças a novas tecnologias de computaçaõ em nuvem e aprendizado de máquinas”, explicou Lang.

O que Cortana pode fazer?

Na demonstração realizada pela Microsoft, pudemos entender melhor como é possível usar a assistente. Ela pode se conectar a apps e à web para trazer informações e realizar tarefas.

Ela pode, por exemplo, dar lembretes ao usuário. “Lembre-me de ligar para minha mãe quando eu chegar em casa.” Neste caso, Cortana será capaz de dar o lembrete que será ativado por geolocalização (quando o usuário chegar em casa). Os lembretes podem ser relacionados a horário também.

Ela ainda pode dar informações e respostas. Nesse caso, ela irá buscar a informação desejada na internet usando o buscador Bing, também da Microsoft.

A empresa sabe que um dos grandes passatempos com assistentes virtuais é conversar sobre amenidades. Cortana será capaz de falar sobre músicas, novelas e esportes. Ela sempre terá respostas que façam sentido no contexto brasileiro.

A assistente é adaptada de país para país. A Microsoft afirma que no Brasil, Cortana é muito mais cordial do que no Japão—um país onde ela é mais formal por conta da cultura local. Essa transformação de Cortana em uma brasileira levou cinco meses de trabalho por conta da Microsoft.

Esperar pelo lançamento no mercado brasileiro teve suas vantagens. De acordo com a Microsoft, o produto hoje está muito mais maduro do que no seu lançamento inicial em mercados estrangeiros (como Estados Unidos e alguns países europeus).

Cortana chegará a computadores e notebooks em português a partir da atualização de aniversário do Windows 10, que está sendo liberada hoje. A Microsoft afirma que o update chegará aos poucos aos usuários ao longo das próximas semanas.