Com o Mi Watch, Xiaomi terá o seu primeiro concorrente do Apple Watch

O relógio inteligente desenvolvido pela fabricante chinesa Xiaomi começará a ser comercializado na China na próxima semana

São Paulo – Nesta terça-feira, 5, a empresa de produtos eletrônicos Xiaomi anunciou o Mi Watch, seu novo relógio inteligente e o novo concorrente para o Apple Watch, da Apple. O relógio, que é o primeiro smartwatch da marca chinesa, chegará às lojas a partir da próxima semana na China e a estimativa é que custe o equivalente a 185 dólares (aproximadamente 740 reais).

O aparelho, que vem em duas opções de cores – preto e cinza -, possui uma tela AMOLED de 1,78 polegadas. Seu display, assim como o dos mais recentes relógios da Apple, também fica permanentemente ligado e utilizando o modo de baixa energia, para economizar bateria. A parte de baixo do dispositivo, que é revestida por cerâmica, guarda os sensores de monitoramento e é a parte que fica em contato direto com a pele. Em tamanho, possui 44 milímetros e abriga microfones e alto-falantes próprios.

O dispositivo, de acordo com a empresa, funcionará de maneira independente dos smartphones da Xiaomi. Ele terá uma conexão 4G própria, o que permite com que funcione sem estar conectado com um celular. O relógio também se conecta via Wi-Fi. Sobre as características internas, o aparelho tem o sistema operacional MIUI Watch – desenvolvido com base no sistema Wear OS, do Google – e terá 1 gigabyte de memória RAM e 8 GB de armazenamento interno.

Segundo a Xiaomi, a bateria do aparelho deve durar cerca de 36 horas após uma recarga total. O início das vendas na próxima semana ocorrerá apenas na China. A chegada ao Brasil e a outros países é esperada para acontecer ainda este ano, próximo ao Natal.