Com novo chip, a ARM projeta reduzir custo de smartphones a US$ 100

Novo design de chips apresenta apenas um quinto do tamanho dos utilizados nos smartphones atualmente, sendo cinco vezes mais eficiente

São Paulo – A ARM Holdings afirma ter desenvolvido um novo chip que irá reduzir o custo de smarphones a US$ 100. A empresa revelou um novo design de chips com apenas um quinto do tamanho dos utilizados nos smartphones atualmente, sendo cinco vezes mais eficiente.

O chip, batizado de Cortex-A7, promete entregar alta performance e, ao mesmo tempo, eficiência energética para maior uso de vida da bateria de dispositivos móveis. A estratégia da ARM é “ajudar a conectar milhões de pessoas em mercados em desenvolvimentos com o smartphone de entrada a US$ 100”.

“Smartphones e tablets continuam a ser prioridade para os consumidores, que demandam performance e serviços conectado. O desafio para nossa indústria e para o ecossistema da ARM é como vamos entregar isso”, afirmou em nota o vice-presidente executivo da divisão de processadores da ARM, Mike Inglis. Ele reforçou que o desafio é aliar o desempenho com baixo consumo de energia para liderar a inovação da indústria.

O Cortex-A7, que deve chegar ao mercado em dois anos, irá ajudar a empresa a se manter dominante do mercado de tablets, ao mesmo tempo em que desafia outra gigante do setor, a Intel. Hoje, os chips da ARM são utilizados no iPhone e no iPad.

A Intel, por sua vez, domina o mercado de PCs e servidores. Em abril, a empresa lançou seu primeiro chip voltado para o uso em tablets. Em agosto, investiu US$ 300 milhões no desenvolvimento de componentes com eficiência energética diferenciada em prol do lançamento de um novo produto, os ultrabooks, notebooks com alta performance e extremamente compactos.