Com maior IPO da história, ação do Alibaba dispara mais de 40%

Às 12h57, as ações da companhia subiam mais de 40 por cento a 95,4 dólares na NYSE

As ações da Alibaba Group Holding Ltd. subiram mais de 40 por cento em seu primeiro dia de negociação nesta sexta-feira na bolsa de valores de Nova York, captando mais de 25 bilhões de dólares. A oferta pública inicial da empresa torna-se a maior da história, superando o Banco Agrícola da China, que, em 2010, captou 22,1 bilhões. 

Mais de duas horas após a negociação começar, a ação subiu de 92,70 dólares batendo 99,70 dólares na negociação ativa, durante a qual mais de 100 milhões de ações mudam de mãos no pregão composto nos primeiros 10 minutos de negociação. 

“Este é de longe o maior e mais extravagante IPO que tivemos”, disse Peter Costa, trader da Empire Executions.

A expectativa inicial era de levantar 21,8 bilhões de dólares para a empresa de comércio eletrônico chinês. Scott Cutler, diretor de negócios de listagem global da New York Stock Exchange, disse à CNBC que os intermediários financeiros exerceriam sua opção  de subscrição em mais de 48 milhões de ações, elevando o IPO para cerca de 25 bilhões de dólares, tornando-se a maior oferta pública inicial da história. 

O Alibaba é quase desconhecido para a maioria dos americanos, mas é onipresente na China, onde é responsável por 80 por cento das vendas on-line. A empresa faturou 3,7 bilhões de dólares nos últimos 12 meses, um aumento de cerca de 2 bilhões de dólares em relação ao período de 12 meses anterior. 

A venda deixa o Alibaba com valor de mercado de 168 bilhões de dólares, valor maior que do que ícones americanos, como Walt Disney e Coca-Cola. Se a ação fechar o dia em 98 dólares, o valor do Alibaba irá bater 241 bilhões de dólares, empantando com o Wal-Mart. 

Jack Ma, um ex-professor de inglês, fundou po Alibaba em 1999, em seu apartamento. Sua fortuna pessoal é mais de 14 bilhões de dólares, colocando-o lado a lado de outros bilionários tecnologia como Bill Gates e Jeff Bezos. O negócio também deve fazer outros milionários, como os administradores, engenheiros de software e outros funcionários.

A procura pelas ações do Aliba foi intensa entre a multidão de investidores de varejo também. J.J Kinahan, estrategista-chefe de mercado da corretora de varejo TD Ameritrade Segurar Corp, disse que a empresa recebeu pedidos de clientes no valor de cerca de 70 por cento do que viu no Facebook, e cerca de três vezes os pedidos que tinha para o IPO do Twitter.

“Eu não quero acionistas decepcionados, eu quero ter certeza de que vão ganhar dinheiro”, disse Ma  ao CNBC, acrescentando que ele se preocupa mais quando os clientes estão satisfeitos. 

(Com Reuters, reportagem de Liana B. Baker, Jessica Toonkel e Ryan Vlastelica)