Com drones, Amazon quer fazer entregas em até 30 minutos

De acordo com empresa, novo serviço, que está em fase de testes, se chamará Amazon Prime Air e deve começar a funcionar em 2015

São Paulo – A Amazon anunciou que está testando a realização de entregas de encomendas via drones, veículos aéreos não tripulados. De acordo com a empresa de Jeff Bezos, a expectativa é que seja possível levar o pacote para a casa do consumidor em apenas 30 minutos. 

Para ilustrar o experimento, a Amazon divulgou um vídeo no qual mostra como funcionará o seu novo serviço de entrega, o chamado Prime Air. Tudo começa no momento em que o consumidor fecha a compra no site da empresa.

Em seguida, o vídeo leva o espectador para o armazém da Amazon, onde um funcionário seleciona o produto, o coloca dentro de uma caixa de plástico e o leva até uma esteira. Ao chegar ao final desta esteira, o pacote se depara com o drone responsável pela sua entrega.

O veículo não tripulado então agarra a caixa na qual o produto está protegido e voa em direção ao destino da entrega. O vídeo termina com o drone pousando em frente à casa do consumidor, deixando a compra intacta à sua disposição.

De acordo com a Amazon, a empresa levará algum tempo para conseguir colocar o serviço em pleno funcionamento. Um dos obstáculos para isso é que o uso civil de drones, nos Estados Unidos, ainda não foi aprovado pela agência da aviação civil do país, a FAA. Contudo, a agência já está avaliando o assunto e, ao que tudo indica, deve aprovar o uso destes veículos aéreos em atividades comerciais até 2015. 

Drones

Estes veículos não tripulados têm se mostrado flexíveis em relação ao seu uso comercial. No caso do serviço da Amazon, vale lembrar que a empresa não é a primeira a testar drones para a realização de entrega de pacotes. Na Austrália, uma startup que se propõe a usar estes robôs para entregar livros está em vias de colocar o seu serviço em funcionamento. 

Veja abaixo o vídeo que mostra o futuro serviço da Amazon em ação.

//www.youtube.com/embed/98BIu9dpwHU