Claro terá 4G sobre 90% da área da Copa das Confederações

Cobertura da operadora deve superar a meta do governo de oferta do serviço em pelo menos 50 por cento da área das sedes do torneio

Brasília – A Claro terá uma cobertura de serviços de telefonia móvel de quarta geração (4G) de 90 por cento nas cidades-sede da Copa das Confederações, superando meta do governo de oferta do serviço em pelo menos 50 por cento da área das sedes do torneio.

Segundo o presidente da operadora no Brasil, Carlos Zenteno, a empresa já investiu 510 milhões de reais na instalação de infraestrutura para a primeira etapa de oferta de serviços 4G no país.

A Claro anunciou nesta terça-feira o início das vendas comerciais nas cidades-sede da Copa das Confederações.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, presente no evento, admitiu que no primeiro momento, os pacotes de 4G disponíveis no mercado “tendem a ser mais caros do que a tecnologia anterior”, mas em um segundo momento, a medida que as pessoas forem aderindo, o preço tende a cair.

Segundo ele, a migração de clientes para o 4G deve inclusive descongestionar as redes de terceira geração.