Cientistas criam um supercomputador feito de Lego

Engenheiros da Universidade de Southampton, no Reino Unido, criaram algo inusitado: um supercomputador feito de Lego

São Paulo – Quando você acha que já viu de tudo, surge uma novidade. Dessa vez, engenheiros da Universidade de Southampton, no Reino Unido, criaram algo inusitado: um supercomputador feito de Lego.

A engenhoca, a Iridis-Pi, foi criada pela equipe do professor Simon Cox. Para conseguir esse feito, eles usaram computadores de placa única Raspberry Pi, além dos blocos de Lego, claro. O objetivo da equipe é inspirar estudantes a criar sistemas de baixo custo para aplicações complexas.

São 64 processadores de 700 MHz e 16 GB de armazenamentos. Ao juntar todos esses computadores foi possível ter supercomputador com 1 TB de armazenamento em cartões de memória SD e capacidade relativa de processamento equivalente a 11 GHz. O sistema operacional é o Debian.

As peças de Lego são as responsáveis por dar estrutura ao supercomputador. O gabinete foi construído com as peças de Lego doadas pelo filho de 6 anos de um dos pesquisadores responsáveis pela criação do projeto.

Cada Raspberry Pi custa US$ 35. Foram usadas exatas 2.240 libras na compra dos 64 computadores. Portanto, o custo ficou em aproximadamente US$ 4 mil, além do switch usado para a comunicação entre as placas.

Se você gostou e quer um para você, não entre em pânico. Cox foi bonzinho e divulgou um guia de como o aparelho foi criado. Ele está disponível em inglês aqui.