CEO da Snap diz que Facebook deveria copiar política de privacidade

Evan Spiegel atacou a concorrência publicamente, em alusão ao caso de vazamento de dados para a consultoria Cambridge Analytica

São Paulo – Depois de o Facebook ter criado o Instagram Stories, o Facebook Stories e o WhatsApp Status com base no modelo de imagens que desaparecem popularizado pelo Snapchat, Evan Spiegel, CEO da Snap, disse que a rival deveria copiar mais uma coisa da sua companhia: sua política de privacidade.

“Gostaríamos muito se eles também copiassem as nossas políticas de privacidade”, disse Spiegel, durante a Code Conference, evento realizado pelo site de tecnologia americano Recode.

O comentário faz implícita menção ao caso de vazamento de dados para a consultoria de marketing político Cambridge Analytica, que comprometeu, potencialmente, todos os dados dos públicos de usuários do Facebook–e alguns privados também.

O chefe de segurança do Facebook, Alex Stamos, usou o Twitter para rebater a irônica crítica do CEO da Snap. Ele disse que não considera uma boa ideia copiar o Snapchat porque o aplicativo usa API (interfaces de programação) com segurança fraca, o que já ocasionou vazamentos de imagens íntimas de ex-namorados, prática conhecida como pornô de vingança.

Veja também