Carro voador americano leva 5 pessoas e tem parceria com Uber

Durante a CES 2019, a Bell apresentou seu protótipo de carro híbrido de um futuro nem tão distante

Las Vegas — Em meados de 2020, se estiver nos Estados Unidos e pedir uma corrida no aplicativo da Uber, você poderá ser atendido por um carro voador. Com aparência de drone gigante, o veículo aéreo da norte-americana Bell ele é movido a um motor a combustão e a eletricidade.

Chamado Nexus, ele acomoda até cinco passageiros. Quando decola, verticalmente, sua frente se inclina para baixo para dar estabilidade ao voo. Como esse veículo foi criado? A empresa não surgiu do dia para noite. Ela passou por um reposicionamento de negócios no ano passado, depois de décadas como fornecedora de tecnologia aérea militar baseada no estado do Texas. O projeto do carro voador em si já “existe há muitos anos”, segundo a empresa.

Durante a CES 2019, a maior feira de tecnologia do mundo, realizada em Las Vegas, o protótipo foi apresentado oficialmente ao público. Quem passou pelo evento teve a oportunidade de ver, por dentro e por fora, essa aeronave high-tech.

Bell Nexus CES 2019

 (Nexus/Divulgação)

O Nexus ainda não é funcional, mas já evoluiu desde o ano passado, quando a Bell apresentou apenas uma cabine para carros voadores–nem nome o Nexus tinha ainda.

A EXAME, a empresa informou que os principais desafios não são somente de tecnologia, mas, sim, de regulação legislativa, uma vez que tal serviço nunca foi oferecido nos Estados Unidos ou em outros mercados.

Bell Nexus CES 2019

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

O carro voador vai substituir os carros tradicionais? Provavelmente não, segundo a Bell, mas ele será mais um importante meio de transporte para solucionar os engarrafamentos nas grandes cidades e levar as pessoas aonde precisam ir o mais rápido possível–mas sem deixar a segurança de lado.

*O jornalista viajou a Las Vegas a convite da Samsung Brasil.