Candidatos investem em aplicativos para suas campanhas

De José Serra (PSDB-SP), candidato à prefeitura de São Paulo, ao desconhecido Poeta (PTN-CE), políticos brasileiros descobriram um novo canal de contato com o eleitor

São Paulo – As eleições 2012 no Brasil ficarão marcadas como as primeiras em que candidatos recorreram à criação de aplicativos móveis para se comunicar com eleitores. De norte a sul do País, políticos dos mais variados partidos concorrendo tanto a prefeituras quanto a vagas nas câmaras de vereadores criaram apps gratuitos disponíveis para download na App Store e na Google Play.

A qualidade da produção, obviamente, varia de acordo com o orçamento da campanha. Há desde aplicativos mais modestos, como o de um candidato a vereador na cidade de Pacajus/CE, até softwares elaborados, como o de José Serra (PSDB), candidato à prefeitura de São Paulo, que indica em um mapa obras do político localizadas próximas ao eleitor.

Além de Serra, uma pesquisa feita por Mobile Time encontrou apps de pelo menos outros três candidatos a prefeito: Patrus Ananias (PT), em Belo Horizonte; Luiz Paulo (PSDB), em Vitória; e Cícero Lucena (PSDB), em João Pessoa. Para a assessoria de Luiz Paulo, o desenvolvimento de um aplicativo na campanha é uma forma de mostrar que o candidato é moderno e faz uso da tecnologia.

“O aplicativo reforça a marca de pessoa antenada”, revela um assessor do candidato. No entanto, essa não é a principal vantagem dessa ferramenta, capaz de promover mais um canal de interação entre candidatos e eleitores. “O aplicativo é mais um meio para discutir as questões da capital mineira”, argumenta a assessoria de Patrus Ananias.


Com o potencial de crescimento na venda de smartphones, o uso de aplicativos pode significar a expansão da presença dos políticos na rede e a manutenção dessa ferramenta mesmo após as eleições. A assessoria de Luiz Paulo garante que pretende preservar o aplicativo do político: “Queremos manter e ampliar todo e qualquer meio tecnológico que facilite o diálogo com as pessoas”.

Os aplicativos dos candidatos a prefeito têm um formato bastante semelhante, com fotos, vídeos e agenda de campanha dos candidatos, pela qual o eleitor pode saber onde está acontecendo um comício ou qualquer outra atividade. Nos aplicativos de Serra e Cícero Lucena, pode-se recorrer inclusive aos mapas, a fim de localizar os eventos da campanha. O de Patrus Ananias permite que se conheça melhor a biografia e as propostas do candidato, enquanto o de Luiz Paulo abre espaço para que os eleitores mandem denúncias e reclamações.

Vereadores

Os eleitores de Pacajus/CE, cidade na região metropolitana de Fortaleza, podem baixar o app do candidato a vereador Poeta (PTN), que apresenta fotos e vídeos do político em campanha, além de tocar seu jingle ininterruptamente. Em Maringá/PR, o candidato Ulisses Maia (PP) também oferece um app que basicamente toca a sua música de campanha e disponibiliza canais para envio de mensagens e fotos ao político. Em São Paulo, Floriano Pesaro (PSDB) criou um app que apresenta sua biografia, a agenda de campanha e suas propostas políticas.