Campanha pela independência ganha terreno no Facebook

A campanha pelo "sim" à independência da Escócia ganha terreno no Facebook, que registrou um intenso debate nas últimas semanas

Edimburgo  – A campanha pelo “sim” à independência da Escócia ganha terreno no Facebook, que registrou um intenso debate eletrônico nas últimas semanas.

Quando faltam dois dias para o referendo sobre a independência, a rede social informou nesta terça-feira que esta intensa atividade sobre a Escócia se registrou nas últimas cinco semanas até o último dia 8.

Os dados sugerem que a campanha a favor do “sim” à independência leva ligeiramente a vantagem, já que o Facebook contabilizou 2,05 milhões de interações eletrônicas na Escócia a favor do “sim” frente a 1,96 milhões do “não”.

A informação fornecida pela rede social é divulgada enquanto o Facebook se prepara para lançar no dia da consulta o botão “Eu sou votante” (I”m a voter) que permitirá aos usuários dizer se votaram, mas sem especificar em qual opção.

“Em apenas um mês, vimos que o debate sobre o referendo ganhou vida no Facebook, com mais de 10 milhões de mensagens, comentários e “curtidas” relacionadas com o debate”, disse hoje Elizabeth Linder, especialista em política do Facebook na Europa.

“Os estudos indicam que quando as pessoas veem que seus amigos de Facebook estão falando em votar, eles também podem votar”, acrescentou Linder.

O Facebook utilizou anteriormente o botão “Eu sou votante” nas últimas eleições nos Estados Unidos.

Quando faltam dois dias para o histórico referendo, os dois lados intensificam suas campanhas enquanto as pesquisas sobre intenções de voto publicadas nos últimos dias indicam que por enquanto o resultado será muito apertado.

Os maiores de 16 anos estão convocados às urnas para responder com um “sim” ou um “não” à pergunta de se querem que a Escócia seja independente do Reino Unido.