Caixa Wireless Audio 360 da Samsung tem som excelente e design de primeira

logo-infolab

São Paulo — Há algum tempo a Samsung tenta se estabelecer como uma grande marca no mercado de som, mas nem sempre obteve sucesso, com alguns produtos de sua linha Level tendo preços altos e qualidade mediana. O último lançamento da marca relacionado a som é a caixa Wireless Audio 360, que pretende servir para qualquer lugar da casa

Design

Nos referimos à Wireless Audio 360 no INFOlab como “o ovo”, pois é difícil descrevê-la de outra forma. O topo possui um pequeno tweeter mirado para cima, enquanto o corte próximo da base é onde fica um médio-woofer virado para baixo. Ambos os alto-falantes possuem uma espécie de escudo convexo na frente, o que, segundo a Samsung, faz com que o som se divida igualmente por todos os lados da caixa.

A parte “da frente” possui uma pequena linha metálica e botões capacitivos para Play/Pause, volume, input e power. Tanto a saída de som inferior como a base da 360 são de metal com uma aparência cromada.

O modelo branco, em particular, lembra bastante uma luminária. Alguns dos que passaram pelo INFOlab se mostraram decepcionados ao ouvirem uma negativa para a pergunta “ela acente?”.

Funcionalidade

A Wireless Audio 360 não é exatamente portátil, por não possuir uma bateria interna, mas seu peso de 3,5 Kg a torna fácil de transportar. Ela também não possui nenhuma entrada física: sem P2, sem RCA, sem óptica. Todo o som é controlado via Bluetooth ou Wi-Fi, e estes métodos possuem prós e contras bastante diferentes.

Via Bluetooth, é simples conectar a caixa a qualquer dispositivo que possua a tecnologia. Tablets e smartphones rodando iOS, Android ou Windows, basta apertar o botão de Source na caixa e ela entrará em modo de espera, para que seja feita a conexão. A qualidade do som é excelente, mas falaremos mais sobre isso adiante. Desta forma, apenas uma caixa pode ser conectada por vez e todos os sons do sistema operacional serão enviados à 360;  toques de ligação, barulhos de notificações e mensagens de voz do Whatsapp. Esteja bem ciente de como funciona o áudio de seu smartphone quando utilizar a caixa no Bluetooth.

O diferencial da 360, no entanto, é o aplicativo Multiroom, da Samsung. Com ele é possível se conectar a várias caixas 360 ou R6 (a sua irmã menor) simultaneamente. Com isso, dá pra usar as caixas divididas em vários canais, separando quais ficam à esquerda, à direita e ao centro, de forma a criar efeitos estéreo ou surround, caso o áudio seja em 5.1 canais. Dá para separar as caixas em vários grupos, divididas em vários cômodos pela casa, já que, nesse modo, o áudio funciona por Wi-Fi, ao invés de Bluetooth e está disponível em todos os lugares em que chega a rede local. Um usuário poderia, em teoria, ter uma ou duas caixas por cômodo e controlar todas com um único smartphone, inclusive tocando músicas diferentes em cada um, caso assim desejasse.

Um problema grave, infelizmente, é a implementação desse método.

Primeiramente: só é possível ouvir música via Wi-Fi pelo app Multiroom da Samsung. Embora ele tenha suporte a Spotify, Deezer, Rdio e outros serviçoes de streaming (além de tocar músicas armazenadas no smartphone, é claro), é possível que seu serviço preferido não esteja entre eles. Uma omissão importante é o Google Play Music, por exemplo — que, aliás, a Samsung oferece como bônus a quem compra aparelhos da linha Galaxy. A falha mais grave é o fato de que não há suporte à reprodução de vídeo no aplicativo, então usar as caixas em estéreo para assistir a vídeos em um smartphone ou em uma TV Android é impossível, sendo necessário utilizar Bluetooth e uma única caixa.

É possível parear mais de uma caixa com uma TV Samsung compatível, caso estejam todos os componentes na mesma rede, mas isso traz seus próprios problemas. Após configurar duas caixas para o lado esquerdo e direito da TV, o resultado foi bastante satisfatório, não sendo difícil usar o app para escoler a posição das caixas e configurar o balanço entre cada uma. Após desligar a TV, no entanto, as caixas se desconectam e é necessário utilizar um smartphone para agrupar as duas e conectá-las à TV, o que é bastante incômodo.

Áudio

Foto por: Luccas Franklin

A Samsung acertou a mão na qualidade do áudio da Wireless Audio 360. Os graves e médios são bastante potentes e não engolem os agudos por estarem fisicamente bastante separados. Foi possível assistir a filmes e programas de TV com um áudio limpo e agudos brilhantes.

O design da caixa e posicionamento dos falantes faz com que o som seja o mesmo em qualquer posição horizontal ao redor da 360, diferente do que ocorre com falantes comuns. Isso foi testado e aprovado: o posicionamento do ouvinte ao redor da caixa realmente não importa.

Como tudo possui um lado bom e um ruim, esse método de organização dos falantes tem um preço: o Volume. Em uma caixa comum, os falantes ficam direcionados aos ouvintes e aqueles que estão atrás ou ao lado das caixas, não ouvem a música com a mesma clareza ou volume. Nesse caso, o tweeter aponta para cima e o médio-woofer aponta para baixo, isso significa que, caso a caixa fique em um lugar alto, graves serão mais pronunciados.

Se ela ficar no chão, é possível ouvir os agudos mais altos. A “lente acústica” usada para dividir o som faz exatamente isso: o divide. Isso significa que, mesmo nos volumes mais altos, a 360 não faz o barulho que caixas menores fariam. Em nossos testes, precisamos aumentar excessivamente o volume para recriarmos uma “experiência home theater”, o que evidencia a vocação das caixas como um útil objeto de design, mais do que como algo extremamente potente.

Vale a pena?

A Wireless Audio 360 é uma caixa muito, muito boa. O som realmente é dividido igualmente por todos os lados (não é só um papo de marketing) e a qualidade do áudio é impressionante. O design é muito chamativo e existem acessórios para pendurá-la no teto (como uma espécie de luminária musical) ou um tripé, também bastante bonito. A funcionalidade multiroom para ouvir música é, também, muito completa, se você possui arquivos MP3 ou FLAC no smartphone.

Onde a caixa peca é em sua conexão com TVs, que precisa ser refeita com frequência, e na inabilidade de usar o áudio de vídeos tocados no smartphone, quando usado no modo Multiroom. Nada de músicas vindas do Youtube se você deseja utilizar mais de uma caixa, portanto.

Por 2.200 reais cada, é uma compra bastante cara, mas o preço faz sentido, considerando que o produto possui um design que permite torná-lo peça central de uma mesa com a mesma facilidade que pode ser instalado no teto de um cômodo. Se você possui dinheiro suficiente para equipar a casa toda com várias caixas 360, vá em frente e controle tudo de um único smartphone. Se você precisa de apenas uma caixa para ouvir um som de qualidade, casualmente, ela também faz um trabalho excepcional.

Contra-indicações ficam para o modo de ligação com TVs (que é incômodo demais para ser utilizado o tempo todo) e para aqueles que querem dar enormes festas, com volume excepcionalmente alto. Essas pessoas podem realizar compras mais inteligentes investindo em outros produtos que sejam mais potentes, que também tenham entradas para cabos, uma omissão ruim da Wireless Audio 360. Para a maioria dos usuários o aparelho da Samsung é uma caixa de som de qualidade, com design invejável — que cobra caro por isso.

Ficha técnica

Falantes 1 x 5 polegadas + 1 x 1 polegada
Potência 24W
Conexões Bluetooth e Wi-fi. Nenhuma conexão física.

Avaliação técnica

Prós Distribuição de som igual ao redor da caixa, Design, Aplicativo que controla múltiplas caixas por Wi-Fi
Contras Falta um pouco de potência. Conexão com TVs é falha
Conclusão Caixas excelentes tanto para serem colocadas por uma casa toda, como em apenas um ambiente. Só não substituem home theaters
Áudio 9.7
Conectividade 8.5
Design 9.5
Média 9.3
Preço R$ 2200