Cafeteira artesanal dispensa energia elétrica e filtros

Criado por designers de Curitiba, ela procura resgatar o lado humano da produção do café com uma máquina que só precisa de água quente

Esqueças as cápsulas, tomadas ou filtros. Não é necessário nada disso para um bom espresso. É com essa mentalidade que um pessoal de Curitiba resolveu transformar sua maneira de fazer café e criou o projeto Cafeteira Aram, que busca unir a sustentabilidade com técnicas artesanais para uma experiência mais real.

aram_catarse_04_e

Sua produção segue uma linha humana, sendo feita por pequenos produtores do Paraná, que através de trabalho manual criam as peças para a cafeteira, disponível em dois modelos: uma portátil e outra de bancada. A opção portátil dá ao usuário a condição de utilizá-la com ou sem sua base de ação, dando assim mobilidade para levá-la a todo lugar. Já opção para bancada é praticamente a mesma se comparada à portátil. A diferença aqui é que, ao adquiri-la, o consumidor pode a todo momento optar pelo uso doméstico – com a base de aço – ou retirar, tornando-a portátil.

“A gente acredita que os objetos carregam muitas histórias, assim como cada um de nós. Nossas criações têm essa essência de resgatar a relação entre quem faz e quem usa. E a cafeteira é a tradução de todo esse conceito, aliada a uma paixão do brasileiro que é o café. é capaz de produzir um verdadeiro café expresso, sem energia elétrica, sem filtro de papel e sem cápsulas”

Maycon Aram, designer de produtos e criador da cafeteira

Mas afinal, como funciona?

Para começar, o usuário só precisa de água quente. Ou seja, sem energia elétrica e sem filtros. Quem estiver manuseando a cafeteira pode empregar pressões diferentes pela manivela que passa o café. Essa possibilidade de alternância personaliza completamente o resultado final, permitindo explorar ao máximo o tipo de grão escolhido e extrair aromas e sabores diferentes sempre que quiser. A máquina ainda tem a vantagem de atingir pressões maiores que as máquinas tradicionais. Enquanto elas atingem nove bars, a cafeteira Aram chega até 14, dando ao usuário maior variedade para explorar a maneira de fazer café.

Caso se interesse, a cafeteira está no final de processo de Crowdfunding, e pode ser comprada através de um dos pacotes vendidos no site

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Da Redação

    Insira seu comentário aqui *não tem os links?