Brasil perde disputa de domínio para a Amazon

Por decisão do ICANN, a empresa de comércio eletrônico de Jeff Bezos venceu a briga pelo domínio

São Paulo – Após uma disputa de sete anos, Brasil e os demais países da zona amazônica perderam a briga com a gigante do e-commerce Amazon pelo nome de domínio em primeiro nível. Agora, a empresa americana poderá usar sites que terminem com .amazon, como livros.amazon, com exclusividade.

A decisão foi tomada pela Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (ICANN). O Ministério das Relações Exteriores do Brasil lamentou, em nota, a decisão. Não houve consenso entre as partes para que houvesse uma solução mutuamente aceitável.

“Preocupa que uma decisão daquela entidade deixe de considerar adequadamente o interesse público identificado por oito governos, em particular a necessidade de defender o patrimônio natural, cultural e simbólico dos países e povos da região amazônica”, informou o ministério.

A determinação do ICANN pode gerar confusão para internautas – e desagradar diplomatas – , uma vez que a gama de domínios atrelados ao sufixo .amazon é muito ampla. A empresa tem direito de usar diversos tipos de domínios, como turism.amazon, hotel.amazon ou mesmo amazon.amazon.