Brasil fecha outubro com 231,633 mi de celulares

De janeiro a outubro, foram registrados 28,689 milhões de novas habilitações. Somente no mês passado foram adicionados 4,281 milhões de acessos

Brasília – O Brasil tinha, ao final de outubro, 231,633 milhões de acessos na telefonia móvel. De janeiro a outubro, foram registrados 28,689 milhões de novas habilitações. Somente no mês passado foram adicionados 4,281 milhões de acessos. Os números foram divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A “teledensidade” avançou em outubro, alcançando a marca de 118,62 acessos móveis para cada cem habitantes. Em setembro, eram 116,51 acessos móveis para cada cem habitantes. De acordo com a Anatel, 22 Estados e o Distrito Federal já registram mais de um celular por habitante. O DF, inclusive, ultrapassou no mês passado o índice de dois acessos móveis em serviço por habitante, com “teledensidade” de 202,48 acessos para cada grupo de cem habitantes.

Por tipo de plano, 189 milhões de celulares são pré-pagos (81,62%) e 42,6 milhões são pós-pagos (18,38%). Os terminais 3G (banda larga móvel) somaram, em outubro, mais de 37,6 milhões de acessos.

Na divisão de mercado, a Vivo lidera o ranking, com 68,586 milhões de acessos (29,61% do total). O segundo lugar ficou com a Tim, com 60,224 milhões de acessos (26,0% do total). A Claro conquistou o terceiro lugar, com 58,380 milhões de acessos (25,20% do total). A Oi ficou na quarta posição, com 43,691 milhões de acessos (18,86% do total). A CTBC ficou em quinto lugar, com 674,2 mil acessos (0,29% do total) e a Sercomtel na sexta posição, com 76,5 mil acessos (0,03%).