BlackBerry não venderá aparelhos novos no Japão

Tendo perdido espaço para a Apple e outras fabricantes como a Samsung, a BlackBerry lançou, na semana passada, dois novos aparelhos, o Q10 e o Z10

Ottawa – A fabricante de smartphones BlackBerry confirmou nesta sexta-feira que não tem planos imediatos de vender seus novos aparelhos no Japão, mas a empresa negou estar abandonando um dos mercados mais tecnológicos do mundo.

Tendo perdido espaço para a Apple e outras fabricantes como a Samsung, a BlackBerry lançou, na semana passada, dois novos aparelhos, o Q10 e o Z10, em uma grande aposta para recuperar sua fortuna e ganhar uma parcela de mercado.

Um porta-voz do principal escritório da empresa em Waterloo, Ontario, contudo, disse que os clientes japoneses não poderão comprar os novos aparelhos, mas insistiu que a decisão não significa que a região será ignorada.

Isso “não afeta nossas prioridades no mercado: continuar oferecendo os serviços BlackBerry e grande suporte aos clientes japoneses do BlackBerry, tanto consumidores como empresários”, disse o porta-voz.

Com a redução da participação de mercado, a empresa considerou muito caro desenvolver uma versão para o japonês de seu novo sistema operacional, segundo o jornal de negócios Nikkei.