Bill Gates promete preservativo ultrafino para muito breve

Através da fundação que conduz com sua esposa Melinda, Gates doou 100.000 dólares à Universidade de Manchester para investir nesta tecnologia

Nova Déli – O multimilionário e filantropo Bill Gates declarou nesta quinta-feira que falta pouco para se conseguir um preservativo de última geração ultrafino, que melhorará o prazer sexual e ajudará a controlar o crescimento populacional.

Através da fundação que conduz com sua esposa Melinda, Gates doou 100.000 dólares à Universidade de Manchester, Grã-Bretanha, para investir nesta tecnologia.

“Há materiais tecnológicos que serão capazes de produzir uma barreira muito, muito fina”, afirmou Gates em Nova Délhi.

Os pesquisadores da universidade estão trabalhando com um material superleve conhecido como grafeno.

Outros 100.000 dólares foram concedidos à Universidade de Oregon, Estados Unidos, para criar um preservativo de poliuretano que permite envolver o pênis com material com a metade da espessura das camisinhas atuais.

Segundo os estudos, os homens em geral se mostram reticentes em utilizar os preservativos porque eles reduziram o prazer sexual.