Bicicletas elétricas de rival da Uber estão pegando fogo nos EUA

Bikes da Lyft ofertadas na Califórnia já foram retiradas das ruas pela empresa

São Francisco – A Lyft está retirando suas bicicletas elétricas das ruas de São Francisco, nos Estados Unidos. E o motivo tem relação direta com a segurança dos ciclistas. Usuários no Twitter estão relatando que um problema nos equipamentos da empresa está fazendo com que as bikes entrem em combustão.

A startup – que não tem atuação no Brasil – ainda não emitiu um relatório técnico informando qual seria a causa dos problemas. Ao jornal San Francisco Examiner, que também revelou outro incidente semelhante, a rival da Uber no mercado de aplicativos de transporte afirmou que embora não descarte um problema interno, há a possibilidade de se tratar de atos de vandalismo.

“Por precaução, estamos temporariamente tirando a nossa frota de bicicletas elétricas de utilização para investigar e atualizar a nossa tecnologia de baterias”, disse a empresa. Vale lembrar que, em abril, a empresa já havia recolhido algumas de suas bicicletas após elas apresentarem problemas com o funcionamento dos freios.

A expansão do serviço da Lyft foi anunciada no começo de junho pela empresa americana. A previsão é de que a frota passasse por um aumento e 2 mil para 8,5 mil bikes disponíveis. Para isso, a cidade californiana que é ponto turístico americano era uma localização estratégica. Tanto que, em junho, a startup chegou a processar o município alegando exclusividade no oferecimento das bicicletas na região.