Base mundial de 4G supera 250 milhões de conexões

As duas principais operadoras norte-americanas com essa tecnologia (AT&T e Verizon) respondem juntas por 35% do total

São Paulo – Ao fim do primeiro trimestre deste ano havia 250 milhões de conexões 4G ativas no mundo, informa relatório da Ovum divulgado nesta quinta-feira, 18.

As duas principais operadoras norte-americanas com essa tecnologia (AT&T e Verizon) respondem juntas por 35% do total, com 38,4 e 47,9 milhões de assinantes 4G, respectivamente, e uma cobertura abrangendo 90% da população aproximadamente.

Apenas sete operadoras no mundo superaram a marca de 10 milhões de assinantes de quarta geração, a maioria nos EUA e no Japão.

Na Europa Ocidental, a liderança está com o Reino Unido, com 6 milhões de conexões LTE, enquanto na Europa Oriental a líder é a Rússia, com 2 milhões.

A maior participação dessa tecnologia sobre a base total de usuários está na Coreia do Sul: 47%.

Há também redes LTE em mercados emergentes, como na América Latina, África e Oriente Médio.

Mas como a maior parte da base é formada por usuários pré-pagos e as redes 4G ainda não cobrem a maior parte da população, a quantidade de conexões ainda é pequena, tanto em números absolutos quanto em sua proporção sobre o total.

A Ovum prevê que em 2019 haverá 2 bilhões de conexões 4G no mundo, o que representará 25% do total.

Em termos de quantidade de usuários, uma em cada três pessoas com telefones móveis terá um aparelho 4G em 2019.

Cabe lembrar que há mais conexões que usuários.