Autor de caça ao tesouro no Twitter revela identidade

As pistas divulgadas via Twitter apontavam onde estavam as cédulas escondidas ao longo de San Francisco (oeste), do Palácio de Belas Artes até a Golden Gate Bridge

O misterioso doador americano que lançou uma caça ao tesouro em San Francisco através do Twitter resolveu revelar sua identidade, e afirmou que sua iniciativa foi um gesto totalmente desinteressado.

“Há algumas semanas, eu me reuni com alguns amigos e falamos sobre nosso desejo de ajudar e fazer isso de uma maneira divertida”, contou, falando à CNN, Jason Buzi, que fez fortuna no setor imobiliário.

“Pensamos num monte de ideias. E nos perguntamos: por que não deixamos dinheiro espalhado por aí e damos pistas na rede?”. Foi assim que Buzi e seus amigos organizaram uma busca ao tesouro no mês passado.

As pistas divulgadas via Twitter apontavam onde estavam as cédulas escondidas ao longo de San Francisco (oeste), do Palácio de Belas Artes até a Golden Gate Bridge. A ideia foi copiada em Los Angeles, assim como em outras partes do país.

“Muita gente acha que foi uma estratégia de marketing ou algo do qual queríamos nos livrar, mas não foi o caso”, defendeu-se. “O que fizemos foi para realmente devolver um pouco do que recebemos, de uma forma divertida”, concluiu.