Atualização do Windows Phone traz suporte a chips quad-core

Mudanças anunciadas servem como indicador do que está por vir na apresentação da Nokia no próximo dia 22 de outubro: um provável tablet

São Paulo – A Microsoft anunciou nesta segunda-feira mais uma atualização para o Windows Phone 8. O Update 3 dá ao sistema operacional suporte a bons novos recursos, como telas de resolução Full HD e processadores de quatro núcleos, além de trazer mudanças nos software padrão do sistema operacional.

As duas primeiras novidades são praticamente os carros-chefe do update. A primeira – o suporte a 1080p por parte do sistema – deve alterar levemente a interface do Windows Phone em aparelhos com tal resolução. A Microsoft incluirá uma terceira coluna de aplicativos na tela, e apps como Fotos, Pessoas e Músicas, que já vêm instalados nos aparelhos, serão também modificados, de forma a ocuparem toda a extensão de uma tela de alta resolução.

As mudanças parecem até inusitadas à primeira vista, já que nenhum dispositivo atual com WP apresenta algum dos dois elementos de hardware. No entanto, elas servem como indicador do que está por vir na apresentação da Nokia no próximo dia 22 de outubro: um provável tablet – acompanhado talvez de um smartphone –, com tela 1080p, processador Snapdragon 800 quad-core e, claro, versão atualizada do Windows Phone 8.

As outras novidades são mais sutis, envolvem os programas e são voltadas especialmente aos usuários finais, já que não há novas APIs para desenvolvedores. O modo de direção, por exemplo, passa agora a desabilitar alertas e notificações quando o aparelho estiver pareado com algum dispositivo Bluetooth – evitando assim distrações na hora de dirigir.

O compartilhamento pela web também será facilitado, bastando sincronizar o smartphone com o PC também por Bluetooth para que a máquina possa acessar os arquivos do dispositivo móvel, sem a necessidade de senhas. Aliás, usuários de Windows Phone também finalmente poderão bloquear a rotação de tela e configurar novos aparelhos tanto pela rede móvel quanto por Wi-Fi – adendos básicos, mas muito bem-vindos.


Há ainda mudanças na parte de acessibilidade (novo recurso de leitura de tela), a possibilidade de se fechar apps pela tela de multi-tarefa e um recurso para personalizar os toques das notificações. Assim, mensagens novas poderão emitir um som, enquanto e-mails soltam outro e lembretes fazem um terceiro barulho.

Mudança na política

Junto com a atualização, a Microsoft aproveitou para mudar um pouco a distribuição do update. Agora, desenvolvedores não precisarão mais aguardar a liberação do download por parte das operadoras, podendo instalá-lo diretamente pela empresa.

A ideia é que os profissionais registrados – ou que tenham aparelhos cadastrados – baixem um app no smartphone chamado Windows Phone Preview for Developers. O programa libera o acesso às versões de testes das atualizações, e não deve haver restrições quanto ao modelo do aparelho – será necessário apenas ter o último update já instalado. Para exemplificar, o formato é semelhante ao utilizado pela Apple com seus desenvolvedores.

Quem quiser e puder baixar o app de atualização pode fazê-lo por este link aqui. Usuários finais deverão ter acesso à versão final da atualização dentro de algumas semanas – a Microsoft não deu uma data exata, mas é provável que ela não passe muito do dia 22 de outubro, quando a Nokia fará um anúncio para anunciar novos aparelhos.