Até Tom Cruise sofre com o Orkut

O ator Tom Cruise agora tem perfil no Orkut, que vem se juntar a suas contas no Facebook e no Twitter. Em menos de um mês, ele já atingiu a marca máxima de mil amigos

São Paulo — Você acha que ninguém mais se lembra do Orkut nos Estados Unidos? Engano seu. O ator Tom Cruise criou recentemente um perfil e uma comunidade na rede social do Google.

A façanha foi obra dos assessores do artista – que jamais deve ter acessado o serviço – e serve como canal de divulgação para os fãs. Mas a tarefa não vai ser fácil. O perfil de Tom Cruise já sofre com um dos problemas mais antigos da rede social do Google: o número restrito de amigos. Embora não tenha completado nem um mês de vida, já atingiu a quantidade máxima de mil pessoas.

A falha é um dos motivos por que artistas e empresas nunca deram muita bola para o Orkut. De nada adianta tentar interagir com o público se, quando você cria um perfil, o número de amigos é travado de uma hora para outra. O Facebook sofre do mesmo mal, uma vez que existe um limite de 5 mil amigos. O Twitter, que deu um jeitinho nesse problema, deita e rola com a falta de flexibilidade dos dois rivais. Lá, o perfil @TomCruise tem cerca de 1,6 milhão de seguidores.

Já a comunidade oficial do ator está demorando para decolar no Orkut. Até agora, são apenas 3.635 membros. Enquanto isso, no Facebook, o astro soma perto de 900 mil fãs. Embora o Google Brasil tenha criado um novo tipo de layout para comunidades com esse perfil, a equipe de Tom Cruise preferiu o design tradicional mesmo (idêntico desde 2005). Como o conteúdo está em inglês, há limitações para quem tem o Orkut em português participar. Talvez por isso mesmo, o texto de apresentação peça para os internautas procurarem o astro no Facebook ou no Twitter.