Asus lança no Brasil seu tablet Transformer

Uma base com teclado físico, bateria extra e conexões adicionais transforma o tablet Eee Pad Transformer TF101, da Asus, em netbook

São Paulo — Lutando por um espaço no mercado brasileiro de tablets, a Asus anunciou, nesta sexta-feira, a chegada de seu modelo Eee Pad Transformer ao Brasil. O tablet, que traz uma tela de LED de 10,1 polegadas, será vendido por 1.499 reais, valor capaz de rivalizar com o do iPad 2, da Apple, e com o do Galaxy Tab, da Samsung, já disponíveis oficialmente no país.

O eletrônico opera com o sistema operacional Android, do Google, em sua versão 3.1, específica para tablets, além trazer recursos como uma câmera frontal de 1,2 megapixel e outra traseira de 5 megapixels. Entre as portas de entrada e saída, estão uma mini-HDMI para a reprodução de vídeo em TVs, uma USB e um slot para cartão de memória MicroSD.

A capacidade de armazenamento do Transformer é de 16 GB, mas a companhia oferece o produto com o serviço WebStorage, que permite o armazenamento ilimitado de arquivos na nuvem – basta apenas que o usuário esteja conectado à internet para utilizá-lo. A duração da bateria em condições normais de uso, como o acesso à web e eventual uso de recursos multimídia, é de aproximadamente 10 horas.

O maior diferencial do tablete da Asus é a possibilidade de acoplar o aparelho a uma doca (adaptador) específica, que o transforma em uma espécie de netbook com direito a teclado físico. No entanto, o acessório ainda não está disponível no Brasil, devendo chegar ao mercado nos próximos meses por um preço médio de 400 reais.