Apple quer barrar venda do Nexus nos EUA

Smartphone da empresa Samsung é acusado de quebrar quatro patentes da companhia norte-americana

São Paulo – A Apple abriu na última sexta-feira, 10, mais um processo de patentes contra a Samsung. Desta vez, o último lançamento da sul-coreana, o smartphone Galaxy Nexus, é acusado de quebrar quatro patentes da companhia norte-americana.

A ação aberta na Corte Distrital do Norte da Califórnia envolve a tecnologia de reconhecimento e discagem de números de telefone a partir de um navegador, posição de palavras na tela, reconhecimento por voz e desbloqueio do celular por meio de movimento de dedos na tela sensível ao toque. Todas as patentes são referentes ao sistema operacional do aparelho, a última versão do Android, chamada de Ice Cream Sandwich.

“O mercado de smartphones é crítico, dada a maioria dos consumidores destes celulares e suas preferências em longo prazo, determinadas em grande parte sobre o sistema operacional de seu primeiro aparelho”, diz o documento. O processo visa ao fim das vendas do Samsung Galaxy Nexus nos Estados Unidos.

A justiça da Califórnia também foi escolhida pela Apple para receber uma ação contra a Motorola Mobility, acusada de quebrar um acordo feito com a fabricante de chips para dispositivos móveis Qualcomm.

Segundo a parceria, a Apple seria uma terceira beneficiada pela parceria sobre patentes entre as duas empresas e, com isso, não poderia sofrer processos em qualquer tribunal. A Motorola, contudo, teria quebrado esta cláusula ao abrir ações judiciais contra a Apple na Alemanha.