Apple paga até 1 milhão de dólares por falhas descobertas em seus sistemas

Companhia americana aumentou a recompensa para quem encontrar brechas de seguranças em suas plataformas

São Paulo – Quer ganhar 1 milhão de dólares? Basta encontrar um problema crítico nos sistemas de segurança nos produtos desenvolvidos pela Apple. Na quinta-feira (8), durante uma conferência nos Estados Unidos, a gigante de Cupertino anunciou a expansão de seu programa de recompensa para os chamados “caçadores de bugs”.

A partir de agora, pesquisadores e experts em segurança digital – credenciados ou não – poderão ser remunerados caso exponham falhas nos sistemas operacionais macOS, tvOS, watchOS, além do iCloud. Até agora, a campanha remunerava apenas quem descobrisse problemas no iOS, a plataforma que dá vida ao iPhone.

Outra mudança foi no valor. Quem encontrar uma brecha de segurança grave que permita invadir e controlar um iPhone de forma remota poderá ser remunerado em 1 milhão de dólares. O prêmio antigo era de 200 mil dólares.

A mudança de postura leva em conta episódios recentes. No começo do ano, o alemão Linus Henze descobriu uma falha no macOS, o sistema operacional dos computadores da Apple. Contudo, o especialista em segurança não relatou o problema para a companhia da maçã porque não queria fazer isso gratuitamente.

Em entrevista o site britânico TheRegister, Henze afirmou que “a Sony, ao menos, te dá uma camiseta”. A companhia japonesa também é criticada por não remunerar de forma adequada pesquisadores que encontram e reportam falhas em seus sistemas.