Apple lança iPhone 4S na Coreia do Sul, lar da Samsung

Aparelho já tem meio milhão de unidades reservadas para venda, mesmo com a presença da principal concorrente no país

Seul – A Apple lançou nesta sexta-feira na Coreia do Sul o novo iPhone 4S, que já conta com meio milhão de unidades reservadas para venda em um país onde a empresa americana e a local Samsung lutam para dominar o mercado dos smartphones.

O iPhone 4S, que inclui uma potente câmera e o assistente de voz SIRI, possui três versões – de 16, 32 e 64 gigabytes – com preços a partir de US$ 220 que variam segundo o modelo e o tipo de contrato.

O maior operador de telefonia celular da Coreia do Sul, SK Telecom, e o segundo em número de clientes, Korea Telecom, dividirão os usuários do iPhone 4S, já que a terceira empresa do país, LG Telecom, não o oferecerá por enquanto.

O aparelho da Apple, que na semana passada acumulou um recorde de reservas de 500 mil unidades na Coreia do Sul, competirá no mercado com o modelo Galaxy S II da Samsung, que vendeu cerca de 4,2 milhões unidades no país e mais de 20 milhões no mundo todo desde seu lançamento, há pouco mais de seis meses.

Samsung e Apple estão imersas em uma série de batalhas legais no mundo todo devido a disputas sobre patentes em smartphones e tablets eletrônicos, já que ambos gigantes tecnológicos tentam obter uma posição dominante no mercado.

No mês passado, Shin Jong-kyun, presidente da divisão de celulares da Samsung, declarou à imprensa que sua empresa considerava solicitar à justiça sul-coreana a proibição de venda do novo modelo do iPhone no país por violação de patentes.

O número de usuários de smartphones na Coreia do Sul alcançou no final de outubro os 20 milhões, dos quais a imensa maioria possui uma das versões do iPhone ou do Samsung Galaxy.

A Coreia do Sul tem uma população de 50 milhões de habitantes, número que coincide com o número de linhas de telefones celulares registradas no país.