Apple acelera planos de aparelho para casa inteligente

Iniciado há mais de dois anos, o projeto saiu do laboratório de pesquisa e desenvolvimento e o protótipo está em fase de teste

São Francisco – A Apple está dando continuidade ao desenvolvimento de um aparelho para casas inteligentes, no estilo do Echo — da Amazon –, com base na assistente de voz Siri, de acordo com pessoas a par do assunto.

Iniciado há mais de dois anos, o projeto saiu do laboratório de pesquisa e desenvolvimento e o protótipo está em fase de teste, disseram as pessoas, que pediram anonimato ao comentar projetos da Apple que ainda não foram anunciados.

Assim como o Echo, o aparelho foi criado para controlar eletrodomésticos, fechaduras, luzes e cortinas a partir de comandos de voz, disseram as pessoas. A Apple não finalizou os planos para o aparelho e ainda poderia descartar o projeto.

Se o produto chegar ao mercado, este seria o aparelho novo mais significativo da Apple desde que a empresa anunciou o Apple Watch, em 2014.

O Echo foi uma surpresa inesperada, até mesmo para os engenheiros da Apple que estão trabalhando no projeto concorrente, e já está sendo embutido nos sistemas de casas inteligentes de uma série de empresas.

Enquanto isso, a Alphabet está desenvolvendo seu próprio aparelho, o Google Home. Além de querer enfrentar a concorrência, a Apple também busca um novo sucesso de vendas para potencializar o iPhone.

A empresa está tentando se diferenciar do Echo e do Google Home com uma tecnologia mais avançada no microfone e no alto-falante, disseram duas pessoas.

Alguns dos protótipos que estão sendo testados incluem sensores de reconhecimento facial, disse outra pessoa.

A Apple adquiriu as startups de reconhecimento facial Faceshift e Emotient nos últimos dois anos, o que poderia ajudar o aparelho a agir de acordo com quem está no ambiente ou com o estado emocional da pessoa.

Além de servir como controlador para outros aparelhos conectados, o alto-falante teoricamente poderia processar muitos dos comandos disponibilizados pela Siri no iPhone.

Por exemplo, os usuários poderão pedir que o aparelho leia emails, envie mensagens de texto ou tweets, reproduza conteúdos do Apple Music.

A Apple também analisou a integração de informações de mapas no alto-falante, disse outra pessoa, o que possivelmente possibilitaria que o aparelho informe a um usuário que está na hora de sair de casa para ir a um compromisso.

Uma porta-voz da Apple não quis comentar.

Além do aparelho para casas, a Apple está pesquisando novas formas de aprimorar a Siri no iPhone e no iPad, disseram duas pessoas. Com uma iniciativa cujo codinome é “Invisible Hand”, a Apple espera conceder aos usuários a capacidade de controlar completamente seus aparelhos através do sistema de comando da Siri dentro de três anos, acrescentou umas das pessoas.

Atualmente, o assistente de voz pode responder a comandos dentro de seu próprio aplicativo, mas o objetivo da Apple é que a Siri possa controlar o sistema inteiro sem que seja necessário abrir um aplicativo ou reativá-la.