App promete levar experiência das Olimpíadas para usuários

Chamado de Meu Rio 2016, o aplicativo oficial do evento dá a oportunidade das pessoas ganharem prêmios e ficarem mais informadas sobre os jogos

São Paulo – Se você não conseguiu comprar os ingressos para assistir aos Jogos Olímpicos do Rio neste ano, há outra maneira de acompanhar o evento: a partir do app Meu Rio 2016. Lançado no dia 20 de janeiro deste ano, o aplicativo oficial do evento oferece prêmios, notícias e curiosidades para seus usuários.

Segundo Benjamin Paz, gerente de engajamento digital do Rio 2016, o app apresenta um desafio por mês para que as pessoas aprendam mais sobre o evento e participem das Olimpíadas mesmo antes de seu início. “Nós queremos que ele seja um espaço diferenciado para os indivíduos que querem entender mais os jogos”, explica em entrevista a EXAME.com.

No primeiro concurso do app, os usuários precisaram publicar uma imagem que exemplificava o que é o movimento olímpico para eles.  O vencedor, que foi escolhido por um júri, ganhou dois ingressos para a cerimônia de abertura das Olimpíadas.

Paz adiciona que ainda serão lançadas novas campanhas antes do início das competições. “O usuário que ganhar irá receber prêmios exclusivos que nem mesmo as pessoas que compraram ingressos têm acesso”, diz.

Além dos desafios, o Meu Rio 2016 será atualizado em breve para que o usuário possa acompanhar o revezamento da tocha, que acontece entre os dias três e cinco de agosto em 329 cidades brasileiras.

“A pessoa poderá assistir ao revezamento por streamings ao vivo, bem como ter acesso ao calendário dos locais que a tocha passará”, conta Adriana Garcia, diretora de comunicação digital do Comitê Olímpico, em entrevista a EXAME.com.

De acordo com Garcia, a terceira atualização do app, que deve estar disponível em agosto, será voltada para os resultados, o quadro de medalhas e a agenda da competição.

Como baixar

O Meu Rio 2016 está disponível para iPhone, Android e deve chegar em maio para os usuários do Windows Phone. Para utilizar o app, a pessoa precisa criar um perfil e escolher seus esportes preferidos.

É possível também integrar o cadastro com as redes sociais, permitindo que o usuário participe de competições com os amigos e colecione medalhas. Dentro da plataforma é possível ver um ranking dos torcedores mais ativos.

Até agora, mais de 30 mil pessoas baixaram o aplicativo e o Comitê Olímpico espera que mais 70 mil façam o download até maio. “Nós ficamos super surpresos que tiveram pessoas da Tailândia, da Mongólia e de outros países tão distantes que baixaram o app”, conta Garcia.

Além do aplicativo

O Comitê Olímpico também tem uma parceria com o Google para tornar o app Street View ainda mais interativo. Com a nova atualização, o usuário poderá visualizar as arenas dos jogos e ver como foi a construção dos estádios.

Além disso, será possível descobrir onde são os banheiros e outros locais do parque olímpico a partir do Google Maps. “Isso é inédito nos Jogos Olímpicos. Nem em Londres isso foi feito”, revela Benjamin Paz.

Outra novidade que chegará em breve é o uso da realidade virtual para transmitir ainda mais emoção para as pessoas que não poderão estar no Rio. “Nós estamos em negociações com uma grande plataforma e logo teremos mais informações sobre o assunto”, finaliza Garcia.