Aplicativo para jovens calcula risco de contrair vírus HIV

Tá na Mão: o aplicativo traz os endereços de onde fazer o teste, retirar camisinhas e ter acesso à profilaxia pós-exposição

– Para tentar sensibilizar o público jovem sobre a importância da prevenção e da detecção do HIV, a Secretaria Municipal da Saúde criou um aplicativo de celular em que é possível calcular o risco de contrair o vírus de acordo com as características de uma relação sexual efetivada.

Batizado de Tá na Mão, o aplicativo traz os endereços de onde fazer o teste, retirar camisinhas e ter acesso à profilaxia pós-exposição.

“É um aplicativo que todos podem utilizar, mas criamos pensando sobretudo no público gay, que costuma marcar encontros por aplicativos”, diz Eliana Battaggia Gutierrez, coordenadora do programa municipal de DST/Aids de São Paulo.

A secretaria também anunciou que a Prefeitura assinará nesta sexta-feira, 27, compromisso de, até 2020, ter 90% da população com HIV no município diagnosticada, tratada e com carga viral indetectável, o que evita a transmissão.

A ação faz parte do Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado no dia 1º de dezembro.