Aplicativo de compartilhamento de guarda-chuvas estreia em SP

Rentbrella tem mais de 30 mil guarda-chuvas na região da Avenida Paulista

São Paulo – Um novo aplicativo de compartilhamento de guarda-chuvas começa a funciona em São Paulo nesta semana. Chamado Rentbrella, nome que mistura as palavras aluguel e guarda-chuva em inglês, ele foi criado por uma startup brasileira homônima.

Após criar uma conta no app, disponível para Android e iPhone, e inserir dados de cartão de crédito, o usuário pode consultar a localização da estação de guarda-chuvas da empresa mais próxima. O custo do aluguel é de R$ 1 por hora. O período de cobrança é válido entre 10h e 18h, de segunda a sexta-feira. Com isso, as pessoas podem ficar com o guarda-chuva no fim do dia para devolvê-lo no dia seguinte sem custo de pernoite.

Estação-guarda-chuva-Rentbrella

 (Rentbrella/Divulgação)

“Queremos que as pessoas explorem mais suas cidades, sem se preocupar com as reviravoltas do clima. Como o app funciona de forma bastante simples e prática, e, o compartilhamento do guarda-chuva tem um preço simbólico, esperamos que o serviço seja acessível a todos”, diz, em nota, Nathan Janovich, CEO e cofundador da Rentbrella.

A companhia terá 50 estações de retirada e devolução em prédios comerciais na região da Avenida Paulista, em São Paulo. Cerca de 30 mil guarda-chuvas estarão disponíveis para locação. A Rentbrella almeja ter 700 estações em toda a cidade paulista até o final deste ano, colocando pontos em estabelecimentos comerciais e estações de metrô.