Anonymous ataca site do Ministério da Justiça grego

O grupo também ameaçou atacar mais instituições e meios de comunicação se não forem suspensas as políticas de austeridade no país

Atenas – O grupo Anonymous tirou do ar nesta sexta-feira o site do Ministério da Justiça grego e ameaçou atacar mais instituições e meios de comunicação se não forem suspensas as políticas de austeridade e a assinatura do Acordo Comercial Antipirataria (ACTA) sobre a proteção de direitos autorais.

Em vez do conteúdo habitual, na página governamental apareceu um vídeo em que um dos hackers, coberto pela famosa máscara de Guy Fawkes, lê um manifesto no qual acusa o governo grego de ter ‘matado’ a democracia e reprimido seu povo.

O grupo também exigiu a não aprovação do ACTA, uma lei assinada pelos Estados Unidos, vários países da União Europeia (UE) e outros Estados para combater as violações de direitos de propriedade intelectual, mas que, segundo organizações de usuários e consumidores, pode impor censura à internet, além de provocar o fechamento de diversos sites de download de arquivos.

‘Somos uma legião, isso é só o começo’, afirmou o grupo, que ameaçou atacar 300 sites, incluindo todos os ministérios e meios de comunicação gregos, se em duas semanas não for suspensa a ratificação parlamentar do ACTA.