Anatel autoriza vendas de iPad Air e iPad Mini

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou a venda do iPad Air e o novo iPad Mini com tela retina no Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou o iPad Air e o novo iPad Mini com tela retina. Isso significa que as vendas dos produtos já podem começar no Brasil.

Visto primeiro pela MacMagazine, o documento registrado pela Anatel libera os novos modelos para serem produzidos e vendidos oficialmente pela Apple no Brasil.

A fabricante dos produtos será a Foxconn de Jundiaí, em São Paulo. Os modelos vendidos em território nacional também serão levados à Costa Rica, Argentina e México.

A Apple deve se pronunciar em breve para oficializar a data de lançamento e os preços de seus novos produtos no país.

Novos iPads – Mais fino e leve, com processador A7 (igual ao do iPhone 5S), o iPad Air é um dos mais potentes do mercado. A tela de 9,7” domina a frente do aparelho, o que o deixou menor e com bordas reduzidas. Pesa cerca de 450 gramas e tem apenas 7,5 mm de espessura. O produto preservar a resolução Retina do display (2.048 x 1.536 pixels).

Internamente, o tablet tem um SoC A7 dual-core de 1,3 GHz, como o do iPhone 5s – inclusive com o chip M7, para detectar movimentos. O processador de 64-bits promete ser duas vezes mais rápido que o do iPad anterior.

Já o novo iPad mini tem uma tela retina 7,9 polegadas, com resolução de 2.048 x 1.536 pixels, igual ao iPad Air. O processador será um A7 de 64-bits, com dois núcleos e clock de 1,3 GHz. Em comparação com o chip da versão anterior, a atualização representa quatro vezes mais velocidade e desempenho gráfico oito vezes melhor, segundo Schiller. 

A evolução do iPad

Clique para abrir o link no navegador
 

Veja o iPad Air por dentroClique para abrir o link no navegador