Amazon lança programa que estimula criação de funções para a Alexa

A assistente de voz da empresa americana funciona em português desde o ano passado e, agora, quem criar novas funções para ela pode ganhar prêmios

A americana Amazon lança hoje no Brasil o programa de estímulo à criação de novas funções para a assistente de voz Alexa, presente tanto no aplicativo da empresa para smartphones quanto nos alto-falantes inteligentes da linha Echo, que chegaram ao país no segundo semestre do ano passado.

Chamado Certified Alexa Skill Builder, o programa irá premiar quem desenvolver novas funções para a Alexa, chamadas pela empresa de skills (habilidades, em inglês).Vencerão as skills que tiverem o maior número de usuários únicos 30 dias após a publicação no acervo da assistente de voz da Amazon. O período considerado será entre os dias 4 de fevereiro e 30 de abril de 2020.

A premiação aos dez primeiros colocados consiste em um treinamento online que dá direito à realização de uma prova para se tornar um desenvolvedor certificado de skills para a Alexa. Quem ficar entre 11º e 50º lugar ganhará um Echo Dot (o produto mais vendido na Amazon.com.br durante a Black Friday de 2019), um dos três alto-falantes equipados com Alexa que a Amazon vende no Brasil. A partir da 51ª posição, os prêmios serão caneca inox, carregador portátil e adesivos de Alexa.

É a primeira vez que uma das grandes empresas de tecnologia americanas criam uma competição desse tipo para assistentes de voz no mercado brasileiro. A medida incentiva a criação de novas funções para a Alexa em português, a única limitação do concurso.

A Alexa tem habilidades como contar piadas, iniciar uma partida de Show do Milhão (inspirado no programa exibido pelo SBT), contar histórias da Turma da Mônica ou fazer pedidos de comida no aplicativo de entregas iFood.