Amazon e Alphabet encerram boicote aos seus serviços de vídeo

À medida que o Google e a Amazon se expandem, eles competem em categorias novas e maiores

O gelo entre a Alphabet e a Amazon derreteu mais um pouco. As duas gigantes da tecnologia anunciaram na quinta-feira que vão começar a permitir que os vídeos uma da outra apareçam em seus respectivos serviços de streaming. Em breve, o YouTube estará disponível na Amazon Fire TV, enquanto a Amazon Prime Video vai aparecer nos dispositivos do Google Chromecast e Android TV, disseram as empresas em um comunicado.

As duas empresas já rivalizaram antes em se tratando de negócios nas quais ambas operam. A Amazon parou de vender os dispositivos de assistente domésticos do Google, que competem com os alto-falantes Alexa, em seu site em 2015, mas suspendeu o boicote no final de 2017. O YouTube não está disponível nos dispositivos da Amazon desde 2017.

O serviço de streaming é bem concorrido, com empresas como a Roku e a Apple competindo no setor de hardware e empresas de tecnologia e mídia mergulhando cada vez mais no mercado de streaming. A Disney juntou-se à briga neste mês com um serviço de streaming a US$ 6,99 por mês com conteúdo popular como filmes da série Star Wars e de super-heróis da Marvel. Chegar a um consenso pode ajudar a Amazon e o Google a continuarem aumentando suas bases de usuários e afastando as rivais menores.

À medida que o Google e a Amazon se expandem, eles competem em categorias novas e maiores. O Google está perseguindo a liderança da Amazon em serviços de nuvem e dispositivos de assistente doméstico, enquanto a Amazon está construindo rapidamente um império de publicidade online que está começando a se espalhar pelo território tradicional do Google.