Amazon deve vender 6 milhões de tablets Kindle Fire neste ano

Em apenas um mês e meio, a Amazon pode vender 6 milhões de tablets Kindle Fire, diz a empresa de pesquisa de mercado Display Search

São Paulo — O espetacular sucesso inicial do tablet Kindle Fire levou a Amazon a aumentar as encomendas feitas a seus fornecedores asiáticos para 6 milhões de unidades até o fim do ano. A notícia é do site americano Cnet, que cita como fonte a empresa de análise de mercado DisplaySearch.

O plano inicial da Amazon era vender 4 milhões de tablets até o fim do ano. O número subiu para 5 milhões antes mesmo do início das vendas. A DisplaySearch calcula, com base em informações de fabricantes de componentes, que a Amazon  elevou as encomendas para mais de 6 milhões há cerca de dez dias.

Vendido por 199 dólares nos Estados Unidos, o Kindle Fire tornou-se um dos grandes sucessos da indústria de tecnologia neste fim de ano. Calcula-se que as encomendas prévias recebidas pela Amazon passaram de 1 milhão. Há quem estime que elas chegaram a 2,5 milhões. O produto começou a ser entregue aos compradores na semana passada. É um tablet simples, mas que tem as características mais desejadas pelos usuários.

iPad

O sucesso do Kindle Fire pode abalar as vendas de outros tablets com Android. Mas seu efeito sobre o iPad, o líder disparado desse mercado, ainda não está claro. A DisplaySearch calcula que só neste último trimestre, a Apple deve produzir 9 milhões de unidades do iPad 2.

O número é menor que os 11 milhões que haviam sido inicialmente previstos. Mas a razão mais importante para essa redução parece ser a proximidade do lançamento do iPad 3, previsto para o início do ano. A Apple teria encomendado 8 milhões de unidades do novo modelo para entrega no primeiro trimestre de 2012.