Alstom assina contrato de 400 mi em energia eólica no Brasil

Os parques em questão são Caldeirão Grande I e II, localizados no estado nordestino e que terão uma capacidade total de 400 megawatts

O grupo francês Alstom anunciou a assinatura de dois contratos com a Queiroz Galvão para a entrega dos aerogeradores de dois parques eólicos no estado do Piauí, avaliados em cerca de 400 milhões de euros.

Os parques em questão são Caldeirão Grande I e II, localizados no estado nordestino e que terão uma capacidade total de 400 megawatts, suficientes para o consumo de 600 mil habitantes, afirmou a Alstom em comunicado.

O grupo francês será responsável pela entrega, instalação e pelo início da operação dos modelos, acrescentou.

Os aerogeradores, do tipo ECO 122, serão fabricados na fábrica da Alstom em Camarçari, na Bahia, e entregues entre 2015 e 2017.

A Alstom lembrou que já assinou um contrato no campo da energia eólica em 2012 com a Queiroz Galvão, que definiu como “um dos principais grupos de infraestrutura do Brasil”.

No total, o grupo francês já conta com contratos de instalação de mais de 1.700 megawatts de energia eólica no país.