Alemanha apresenta protótipo de drone que pode salvar vidas

Pequeno drone carregado com um desfibrilador capaz de chegar a lugares de difícil acesso e salvar vidas foi apresentado na Alemanha

Berlim – Um pequeno drone carregado com um desfibrilador capaz de chegar a lugares de difícil acesso e salvar vidas foi apresentado nesta sexta-feira na Alemanha, onde a cada ano 100 mil pessoas morrem por problemas cardíacos.

A organização Definetz, dedicada a fomentar o uso de desfibriladores e a explicar seu uso, apresentou o protótipo desenhado para aterrissar em lugares quase impraticáveis e em situações em que cada minuto conta.

O aparelho iniciaria o trajeto ao receber uma ligação de emergência e voaria de forma autônoma dirigido por um GPS até o paciente, mas poderia ser também ativado pelos serviços de emergência.

A Associação Alemã de Serviços de Emergência deu as boas-vindas ao projeto, mas, em declarações à imprensa pediu que não fossem dadas falsas esperanças até que seja constatada sua utilidade real.

O aparelho não salvará mais vidas do que as que poderiam ser salvas se fossem utilizadas medidas existentes, mas subaproveitadas, como a instalação de mais desfibriladores externos – dispositivos que permitem aplicar descargas elétricas para restabelecer o ritmo cardíaco normal – um bom registro deles e a educação das pessoas para utilizá-los.

O protótipo apresentado hoje, que ainda teria que resolver questões legais para voar, conta com oito rotores, mede um metro de comprimento e pesa 4,7 quilos já carregado com o desfibrilador, que pode ser solto com um pequeno paraquedas.

Com um custo de mais de 20 mil euros, a aeronave pode chegar a 70 km/h, mas seu raio de ação é limitado a 15 quilômetros.