Adobe muda de ideia e lançará Photoshop para iPad

O diretor de produtos do Creative Cloud da Adobe, Scott Belsky, confirmou que a empresa estava trabalhando em uma nova versão do Photoshop

A Adobe Systems, produtora de programas populares de design digital para profissionais de criação, planeja lançar a versão integral do aplicativo Photoshop para o iPad, da Apple, como parte de uma nova estratégia para tornar seus produtos compatíveis com diversos aparelhos e ampliar as receitas com assinatura.

A desenvolvedora de software planeja revelar o novo aplicativo em sua conferência anual MAX, voltada a profissionais de criação, em outubro, segundo pessoas informadas sobre o plano. O aplicativo deverá chegar ao mercado em 2019, disseram as pessoas, que pediram anonimato por discutirem planos privados para produtos. Atrasos de engenharia poderiam alterar esse cronograma.

A Adobe, que tem sede em San José, Califórnia, empreende uma jornada de vários anos para modernizar seu software dominante de mídia criativa. A empresa transferiu todos os seus aplicativos para a nuvem em 2012, lançando um novo modelo de negócio baseado em assinaturas que deverá mais que duplicar as receitas até o fim deste ano fiscal e que fez as ações subirem mais de 700 por cento. Recentemente, a Adobe também começou a promover seus produtos para amadores, que preferem trabalhar com aparelhos móveis, em vez de PCs. Mas a empresa ainda não fez a transição das versões completas de seus aplicativos mais conhecidos para as telas menores.

O diretor de produtos do Creative Cloud da Adobe, Scott Belsky, confirmou que a empresa estava trabalhando em uma nova versão do Photoshop e de outros aplicativos para diversas plataformas, mas preferiu não detalhar o cronograma de lançamentos.

“Meu desejo é levar esses produtos ao mercado o mais rapidamente possível”, disse Belsky, em entrevista. “É necessário fazer muito para que um produto sofisticado e potente como o Photoshop funcione em um aparelho moderno como o iPad. Precisamos levar nossos produtos para essa era colaborativa com prioridade para a nuvem.”

O principal conjunto de produtos para edição de mídia da Adobe é conhecido como Creative Cloud — um serviço por assinatura que dá aos usuários acesso a aplicativos como Photoshop, Premiere e Illustrator em computadores Mac e Windows, e aos aplicativos móveis que os acompanham, como o Photoshop Mix para iPhone e iPad. Os aplicativos atuais do Creative Cloud se baseiam em arquiteturas antigas, com bases diferentes para cada aparelho.

As novas versões dos aplicativos possibilitarão que os usuários rodem versões completas dos programas no iPad, da Apple, e continuem as edições em aparelhos diferentes, disseram as pessoas. As mudanças são similares às realizadas pela Microsoft na reformulação dos últimos anos focada em softwares e serviços.

Os clientes da Adobe, particularmente os dos setores de mídia e entretenimento, estão deixando os computadores de lado para trabalhar com tablets e pediram à empresa a possibilidade de fazer edições em seus projetos de criação “em meio à correria”, disse Belsky.

A estratégia de evolução dos aplicativos é uma iniciativa de longo prazo que abrangerá outros programas da Adobe no futuro. Uma nova versão do Illustrator está em desenvolvimento, mas muito mais distante do lançamento, disseram as pessoas familiarizadas com os planos.

Veja também