Acer anuncia novos notebooks no Brasil por até R$ 15 mil

Aparelhos chegarão ao país até o final ano

São Paulo – A Acer anunciou, nesta quarta-feira (23), seu novo portfólio de produtos para o mercado brasileiro no segundo semestre deste ano. Os preços dos aparelhos chegam a até 15 mil reais – e ainda podem sofrer reajustes por conta da alta do dólar.

A fabricante taiwanesa lançará no quarto trimestre de 2015 uma série de notebooks conversíveis, tradicionais ou com telas destacáveis voltados para consumidores domésticos. 

Os dois lançamentos de maior destaque são o Cloudbook ES1 (com preço previsto de 1.600 reais), uma espécie de Chromebook da Microsoft, e um linha de projetores. Ambas as categorias são estreantes para a Acer no Brasil.

A grande diferença entre um Cloudbook e um Chromebook é que o aparelho da Acer tem 500 GB de HD, enquanto os aparelhos com Chrome OS vendidos no Brasil têm 16 GB (SSD).

Divulgação/Acer

Acer Cloudbook: aparelho funciona offline

Quanto aos notebooks, as novidades são para duas linhas: a Aspire, de tradicionais, e a gamer. A primeira conta com opções como o conversível E5-473 , que tem processador Intel Core 3 e deve chegar com preço sugerido de 1.999 reais, até o final do ano. 

Apostando nas cores, a fabricante trará ao mercado notebooks brancos, grafite, azuis e vermelhos. “A ideia foi alinhar tecnologia e design para oferecer o melhor dos dois mundos”, declarou Germano Couy, CEO da Acer no Brasil.

O modelo Aspire E5-573, por exemplo, estará disponível em três cores, que variam junto com a potência do processador. A versão com processador Intel Skylake Core i3 estará disponível em vermelho, o Core i5, em branco e o Core i7, em grafite. O modelo mais caro chegará com preço estimado de 3.799 reais.

Primeiro computador tudo em um da empresa, concebido especialmente para o Brasil, o Aspire Z1-781 é um computador com processador Intel da linha Pentium que tem tela de 19,5 polegadas (com resolução HD) e suporte para redes Wi-Fi. O produto estará disponível no mercado a partir de novembro apenas na cor branca e custará por volta de 2 mil reais.

Acer AZ1 781: aparelho foi desenvolvido pela Acer para o mercado brasileiro (Divulgação/Acer)

O aparelho mais caro anunciado pela Acer foi o notebook gamer Predator, que tem processador Intel Skylake Core i7 e até 64 GB de RAM. Com teclado retroiluminado e tela de 15,6 polegadas com resolução 4K, o aparelho custará por volta de 15 mil reais.

Já o projetor topo de linha da marca, chamado S1385, deve chegar com preço estimado de 2.800 reais. O aparelho tem uma lente curva para projetar com qualidade em ambientes pequenos. A Acer garante que no espaço de 1 metro, a projeção ganha tamanho comparável ao de uma tela de 90 polegadas (são 3.200 lúmens). O gadget tem um compartimento para conectar e esconder um Chromecast para, por exemplo ver um filme na Netflix com uma experiência de cinema. As vendas serão focadas em empresas de pequeno e médio porte, portanto, a distribuição dos produtos será feita pela própriam marca, bem como por um número limitado de varejistas.

Os novos notebooks da Acer chegarão mercado com o sistema Windows 10. No entanto, nem todos os produtos que serão lançados terão fabricação no complexo de Jundiaí, no interior de São Paulo. Os aparelhos da linha gamer, os projetores e o notebook R7 serão importados e, portanto, ainda podem ser mais afetados pela variação cambial até a época do lançamento.

Valores não informados durante o evento, todos os preços de produtos desta matéria foram obtidos por EXAME.com com executivos da Acer Brasil.

Jason Chen, CEO da Acer, estava presente no evento realizado em São Paulo. Ele afirmou que o Brasil ainda tem um grande pontecial de crescimento no setor de informática.