Aceleradora abre inscrições para escola de startups

Responsável por ajudar empresas como Airbnb e Dropbox, a Y Combinator anunciou que vai oferecer incentivos às startups mais promissoras do curso

A Y Combinator, uma das principais aceleradoras do Vale do Silício, está abrindo nesta quarta-feira, 18, as inscrições para um novo curso gratuito para quem deseja empreender: chamado de Startup School, ele é voltado para fundadores de startups e foca os desafios em torno de abrir uma nova empresa.
São 10 semanas de aulas online, que começam no dia 27 de agosto de 2018.

Responsável por ajudar empresas como Airbnb e Dropbox em seus primeiros passos, a Y Combinator também anunciou que vai, pela primeira vez, oferecer incentivos às startups mais promissoras do curso. “Nosso objetivo é ajudar qualquer um a começar sua startup”, disse Geoff Ralston, sócio da Y Combinator responsável pelo programa.

Cada uma das 100 empresas iniciantes que mais se destacarem durante as aulas vão receber US$ 10 mil em dinheiro, sem contrapartida de ações, para desenvolverem suas ideias. Além disso, elas ganharão uma série de benefícios, incluindo sessões de mentoria com sócios da Y Combinator e US$ 50 mil de crédito em produtos e plataformas como o serviço de hospedagem na nuvem Amazon Web Services.

Parte das sessões de mentoria incluirá dicas sobre como passar no programa de aceleração da empresa, cuja seleção acontece no final deste ano – no ano passado, a startup brasileira bxblue, de Brasília (DF), que realiza empréstimos consignados para beneficiários do INSS, foi uma das selecionadas após fazer parte do Startup School.

As aulas acontecerão presencialmente na sede da aceleradora, em Mountain View, e depois serão transmitidas pela internet. No ano passado, 13 mil empresas se inscreveram para participar das sessões, de 141 países diferentes. Delas, 1.587 empresas completaram o curso – 38, por sua vez, foram aceitas no programa de aceleração da Y Combinator.