A transição para mobile já aconteceu, diz VP do Facebook

Carolyn Everson, vice-presidente de marketing do Facebook, afirma que desafio é lidar com smartphones e colocar conteúdo relevante para os usuários

São Paulo – A transição do desktop para os smartphones (e tablets) já aconteceu e é preciso que empresas se adaptem a isso. A leitura é de Carolyn Everson, a vice-presidente responsável pela área de marketing do Facebook.

“A mudança para plataformas móveis já aconteceu. O Brasil foi um dos últimos grandes mercados a fazer essa transição. Nesse momento, vemos um crescimento explosivo do uso de smartphones e tablets por aqui”, disse Everson em entrevista a EXAME.com.

A mudança traz uma necessidade de novo posicionamento e de novas estratégias no meio. O pensamento de “mobile first” (plataformas móveis como prioridade) é essencial.

“É preciso pensar no conteúdo para o ambiente móvel. Nesse cenário os três primeiros segundos são críticos—tudo precisa carregar com rapidez e fluidez. É preciso ter em mente detalhes que façam com que as pessoas saiam de seu feed e cliquem em um link. Também pensamos em conteúdos ‘mudos’—muita gente consome vídeo em seus smartphones com o som desligado”, disse ela.

Everson vê os smartphones como a tela mais pessoal com a qual já tivemos contato. A indústria partiu de um modelo de massa, com consumo de conteúdo em televisões, para as pequenas telas. É preciso cuidado na interação com o consumidor.

“As expectativas de marketing nessa tela pessoal é que ele seja relevante. Tem que ter alta qualidade, ser bonito e útil”, resume ela. Novas tecnologias devem mudar a forma como consumidores interagem com marcas.

Ela dá um exemplo. Logo depois de comprar um carro, a última coisa que o consumidor quer é ver mais anúncios sobre carros. “O que teria valor? Um anúncio da montadora dando boas vindas, informando sobre o carro que você acabou de comprar ou dando dicas de segurança. Todo o resto é ruído.”