5 soluções para a digitalização de micro e pequenas empresas

MPEs têm necessidades específicas na hora de adquirir serviços de TI e telecomunicação

As micro e pequenas empresas (MPEs) representam 27% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, 98% das empresas, 50% dos empregos e 39% da folha de pagamentos no país. Os dados são do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). De janeiro a abril, surgiram 674 975 novos negócios desse tipo, segundo levantamento da Serasa Experian, o que representa uma alta de 4% em relação a igual período do ano passado e o maior volume registrado na série histórica, que começou em 2010.

Com a missão de conquistar esse empreendedor em potencial, a Algar Telecom passou a focar, em 2014, soluções digitais para esse mercado. “As MPEs são responsáveis por uma grande fatia do giro econômico brasileiro. No entanto, muitas delas enfrentam dificuldades que as levam a fechar as portas precocemente”, conta Iuri Mendonça, diretor de negócios da companhia. Segundo ele, as principais dores do setor são a necessidade de automatizar as operações com foco em eficiência e competitividade, a falta de conhecimento digital, a escassez de mão de obra qualificada, a não priorização de investimentos em Tecnologia da Informação (TI) e até a resistência por conta das dificuldades em lidar com a tecnologia.

A aposta da companhia foi certeira. O estudo Transformação Digital nas MPE, feito pelo Sebrae em 2019, mostra que 90% das micro e pequenas empresas já contam ao menos com um celular corporativo e que 74% delas possuem computadores para a gestão do negócio. E a tendência é que a digitalização se torne cada vez mais presente.

Feito sob medida

O diferencial da Algar é entender as necessidades específicas das MPEs e oferecer produtos voltados especialmente para esses clientes. “As operadoras têm voltado seus esforços para a atuação no mercado de varejo (pessoa física) e de médias e grandes empresas. Com isso, as MPEs são obrigadas a adquirir produtos voltados a negócios maiores e se adaptar, o que deixa o investimento muito mais alto e mais complexo. Nossa missão é pensar em soluções para esse universo específico, do tamanho certo para suprir essas necessidades”, ressalta Mendonça.

Percebendo que a tecnologia é um caminho sem volta para o desenvolvimento dos negócios, é esperado que as MPEs passem a demandar não apenas a digitalização, mas soluções completas que as atendam do início ao fim e simplifiquem processos. “Oferecemos serviços full service de TI e Telecom que, integrados, viram instrumentos capazes de otimizar custos e facilitar a comunicação interna e externa, propiciando a competitividade e produtividade necessárias à sobrevivência e crescimento, uma vez que, ao simplificar tarefas administrativas e de backoffice, o empreendedor tem mais tempo para olhar estrategicamente para o seu negócio e foco de atuação”, afirma.

Conheça, a seguir, alguns serviços e soluções de destaque para as MPEs.

 (Felipe Correa/Estúdio ABC)