Youtuber Nathalia Arcuri irá produzir reality show com endividados

Novo projeto do canal de dicas de finanças Me Poupe! tem como objetivo melhorar as finanças de quem tem dívidas de mais de 30 mil reais em apenas um mês

São Paulo – A youtuber Nathalia Arcuri dispensa apresentações. Dona do canal Me Poupe!, que tem mais de 2,6 milhões de inscritos e vídeos que acumulam 90 milhões de visualizações desde a sua criação, ela conseguiu obter sucesso ao falar sobre dinheiro de uma maneira leve e divertida.

Agora, seis meses após lançar seu primeiro livro, o “Me Poupe!: 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso”, que teve cerca de 120 mil cópias vendidas, ela anuncia à EXAME um novo projeto: um reality show de educação financeira que será exibido em seu canal a partir do dia 20, ao meio-dia.

A ideia é selecionar pessoas superendividadas, melhorar sua situação financeira e torna-las investidoras em apenas um mês. Inicialmente, o reality terá duração de dois meses e quatro episódios, divididos entre duas personagens: a professora Bruna, 26 anos, que tem uma dívida de 70 mil reais (dos quais 28 mil reais são juros), mesmo trabalhando em dois empregos extras e morando na casa dos pais; e a vendedora autônoma e mãe solo Natália, 27 anos, que nunca conseguiu ter crédito no banco e contraiu uma dívida de 30 mil reais com familiares.

No dia 20, será postado o primeiro vídeo sobre Bruna, com a sua história e as tarefas que terá de cumprir. No dia 27, um segundo vídeo mostrará a conclusão da “missão” da participante e se ela atingiu os objetivos propostos. Nesse meio tempo, haverá conteúdos extras no canal. O mesmo processo acontecerá em janeiro com a participante Natália.

O tempo do reality será curto. Portanto, a youtuber não pretende fazer milagres. O foco principal será mudar a cabeça e comportamentos das participantes. “Chamo o que vou fazer de uma intervenção, um tratamento de choque. Às vezes serei durona, eu que irei tomar conta do dinheiro delas e definir como podem gastá-lo”. Nathália descreve que haverá momentos divertidos, mas também de tensão, com desafios.

Nathalia quer mostrar também que não há receita de bolo e, para sair do buraco financeiro, não basta cortar gastos: é preciso correr atrás de ganhar mais dinheiro. “Fiz uma das participantes ganhar mais 3 mil reais de formas relativamente simples, que ela não tinha percebido”.

O essencial, diz a youtuber, é que o endividado entenda que precisa garantir o pagamento mínimo da dívida que fez no passado, precisa viver o presente (e pagar as contas do mês) e, por fim, pensar também no futuro, já que sempre podemos ter algum gasto imprevisto. “As participantes precisam atingir esse equilíbrio”.

Gravação do reality show do canal do Me Poupe! Gravação do reality show do canal do Me Poupe!

Gravação do reality show do canal do Me Poupe! (Me Poupe!/Divulgação)

Nathalia vai testar um novo formato. Apesar de o reality ser exibido em seu canal no YouTube, ele terá produção parecida com a de um canal de TV. “Além da equipe do Me Poupe!, temos 25 pessoas trabalhando nele”, conta.

Para não se afastar do tom de informalidade do canal, a produção será misturada com stories feitas pelas próprias participantes, que vão mostrar o seu dia a dia para cumprir as “missões” definidas por Nathalia. “Ao invés de ter uma equipe filmando as personagens 24 horas por dia, elas mesmas produzirão esse conteúdo. Acredito que tem de rolar essa adaptação na internet”.

Novo público

O objetivo de Nathalia é trazer para o canal um contingente imenso de brasileiros que não poupa e está endividado, como forma de incentivá-los a se tornarem investidores. “Quero mostrar que não é preciso acabar com todas as dívidas antes de guardar algum dinheiro, ainda que seja um pequeno valor por mês. Criar uma reserva de emergência é importante para que o endividado não caia no ciclo de dívidas de novo”, diz a youtuber.

O reality do Me Poupe! é patrocinado pelos atuais parceiros do canal: a Serasa, o banco Modal, a plataforma de cursos online Udemy e a 99. Aliás, a parceria com a Serasa foi crucial para selecionar as duas participantes. “Os interessados em participar concordaram em fornecer seu CPF no processo de inscrição e, por meio da parceria com o bureau de crédito, eu sabia se o nome de cada um estava sujo e o tamanho do endividamento”, conta Nathália.

O Me Poupe! recebeu, no total, 980 inscrições das mais diversas partes do país, “até do Acre”, brinca Nathalia. A maior parte dos interessados foram homens e mulheres na faixa dos 25 a 30 anos, público majoritário do canal. “Recebemos casos de dívidas estratosféricas, que chegam a 100 mil reais. E o mais importante é ver que o endividamento atinge todas as classes sociais. Todo mundo está sujeito a perder o controle quando se trata de dinheiro”.

A youtuber também pediu que cada inscrito fizesse um vídeo justificando por que a youtuber deveria ajuda-los. “Em outros programas, como ‘Esquadrão da Moda’, as pessoas são denunciadas. No nosso reality, preferimos que os próprios participantes pedissem ajuda”. Nathalia teve ajuda de uma psicóloga para identificar os interessados que tinham maior estrutura psicológica para encarar os desafios e vontade de mudar seu comportamentos para sair do “perrengue financeiro”.