Tesouro Direto muda horário de negociação de títulos e lança app

Operações de compra e venda de títulos públicos via Tesouro Direto poderão ser feitas das 9h30 às 18h. Veja todas as mudanças

São Paulo – A BM&FBovespa e o Tesouro Nacional anunciaram nesta quinta-feira (1) novas regras para o Tesouro Direto, a plataforma do governo federal para compra e venda de títulos públicos. A iniciativa visa ampliar a compreensão dos investidores e simplificar as negociações.

A principal mudança foi no horário de negociação dos títulos: o Tesouro sincronizou o período de compra e venda dos papéis. As duas operações poderão ser feitas das 9h30 às 18h (de Brasília).

Os agendamentos de compras e vendas poderão ser feitos entre 18h e 5h, e as operações agendadas serão liquidadas na sessão seguinte. Já entre 5h e 9h30 o mercado permanecerá fechado.

Atualmente, os investidores só podem vender os títulos públicos em dias úteis das 18h às 5h e comprar os papéis das 9h às 5h. Não há restrições de horário nos finais de semana.

O novo horário de negociação dos títulos públicos passa a valer neste sábado (3). No mesmo dia, também será lançado um aplicativo oficial do Tesouro Direto, pelo qual os investidores poderão fazer investimentos e resgates, consultar extratos, taxas e protocolos.

A ferramenta também vai permitir que os investidores visualizem no extrato um gráfico que mostra a evolução do valor do investimento —para operações feitas a partir de janeiro de 2015.

Segundo o Tesouro, o app estará disponível, por enquanto, apenas para o sistema Android. Mas há a expectativa de que ele também seja lançado no sistema iOS em breve. Além do app, o Tesouro Direto também vai enviar via SMS e e-mail avisos de transações e extratos.

Mudanças

Este foi o segundo pacote de mudanças anunciado pela BM&FBovespa e pelo Tesouro Nacional no Tesouro Direto. No ano passado, houve uma mudança na nomenclatura dos títulos para facilitar a compreensão dos investidores. Uma terceira onda de inovações está prevista para 2017.

O Tesouro Nacional e o Ministério da Fazenda vão disponibilizar, a partir deste sábado, um curso online gratuito sobre o Tesouro Direto para quem estiver interessado em entender melhor sobre as negociações de títulos públicos.

As primeiras mil pessoas que se inscreverem e finalizarem o curso no site da Esaf (Escola de Administração Fazendária) receberão certificado, e todo o conteúdo do curso vai estar disponível no site do Tesouro Direto.

Veja o passo a passo para investir no Tesouro Direto e como escolher a corretora. No mês passado, o Tesouro Direto atingiu a marca de um milhão de investidores cadastrados. Veja 10 mitos e verdades para perder o medo do Tesouro Direto.