Tenho uma dívida em atraso. Como declarar no Imposto de Renda 2019?

Especialista responde dúvida de leitor sobre a Declaração do Imposto de Renda 2019. Envie você também suas perguntas

Pergunta do leitor: Eu e meu esposo temos uma dívida de 60 mil reais com um banco. Ela está em atraso e estamos tentando renegociar o pagamento. Devo declarar essa dívida no Imposto de Renda 2019? Como faço isso?

Resposta de Eduardo Costa da Silva*:

Todo empréstimo que tenha valor superior a 5 mil reais deve ser declarado no Imposto de Renda 2019. Declare as dívidas na ficha “Dívidas e Ônus Reais”, com o código específico do credor. Informe os empréstimos concedidos por bancos com o código “11 – Estabelecimento bancário comercial”.

No campo “Situação em 31/12/2018”, insira o valor do saldo devedor, que é o valor total do empréstimo menos as parcelas já pagas até a data. No campo “Situação em 31/12/2017″, insira o valor do saldo devedor naquela data, caso a dívida tenha sido contraída antes de 2018. E no campo “Valor pago em 2018” informe o total de prestações pagas no ano passado.

No campo “Discriminação”, informe os detalhes da dívida, o nome e CNPJ da instituição que forneceu o empréstimo. Para preencher corretamente o campo, peça ao seu gerente do banco o extrato detalhado das dívidas. 

Veja também

*Eduardo Costa da Silva é sócio responsável pela área tributária do Costa da Silva e Fernandes Rocha Advogados. Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e em Tecnologia pela FATEC-SP, possui MBA em Finanças pela FIPECAFI. Leciona matérias jurídico-empresariais em cursos de especialização e MBA.


O site EXAME vai responder diariamente, entre 7 de março e 30 de abril, as dúvidas de leitores sobre a Declaração do Imposto de Renda 2019. Envie suas perguntas para seudinheiro_exame@abril.com.br.