Carnê do IPTU em São Paulo começa a ser enviado no dia 16

Pagamento à vista ou da primeira parcela será entre 1º e 28 de fevereiro

São Paulo – A Prefeitura de São Paulo começa a enviar os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deste ano a partir do dia 16.

Pelo calendário da Secretaria Municipal de Finanças, a primeira remessa de boletos deve chegar, no máximo, até dia 21.

O governo não deve enviar um segundo carnê em 2014, caso a Justiça julgue constitucional a lei que prevê o reajuste acima da inflação, estimada em 5,6%.

O cronograma do IPTU 2014, divulgado nesta sexta-feira (03) no Diário Oficial da Cidade, prevê o pagamento à vista ou da primeira parcela entre os dias 1.º e 28 de fevereiro, conforme o imóvel.

Quem optar pelo pagamento antecipado terá 4% de desconto.

Para o professor de Finanças do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) Nelson Frederico Sousa, essa opção é a mais vantajosa.

Abrir mão do desconto significará para o contribuinte um custo, ao longo de dez meses de parcelamento, de 0,92% por mês a mais no total pago – maior, portanto, do que o retorno da poupança, de cerca de 0,6% ao mês.

Os contribuintes devem ficar atentos à data-limite de recebimento dos carnês, de acordo com a data de postagem das correspondências.

Os primeiros boletos enviados, que vencerão em 1.º de fevereiro, têm de chegar até 21 de janeiro. Depois dessa data, o dono do imóvel deve pedir uma segunda via a uma subprefeitura ou no site da prefeitura.

O proprietário que não fez opção de dia de pagamento terá o vencimento em 9 de fevereiro.

O IPTU foi reajustado só com a correção da inflação, já que a Justiça suspendeu os aumentos de até 20% para residências e de até 35% para o comércio.