Sites oferecem empréstimos sem juros para microempreendedores

Pelo menos dois sites, IOUU e Firgun, oferecem o chamado "empréstimo social" dentro do modelo de "peer-to-peer lending"

São Paulo – Sites de peer-to-peer lending, sistema no qual investidores pessoas físicas emprestam dinheiro a outras pessoas físicas ou empreendedores em troca de retorno financeiro (juros cobrados na operação), começam a oferecer uma nova modalidade de empréstimo: sem juros e para microempreendedores de baixa renda.

Funciona assim: o empreendedor se cadastra nas plataformas ou em seus parceiros, explica por que precisa do dinheiro e apresenta o negócio em um vídeo, que pode ser feito com o próprio celular. Depois, basta esperar a captação do dinheiro entre os investidores cadastrados nos sites. Caso a meta não seja totalmente atingida, o empreendedor e o site analisam se compensa pegar emprestado apenas parte do dinheiro ou devolvê-lo para os investidores.

Ao menos duas plataformas oferecem esse modelo de empréstimo no país: a Firgun, desde setembro do ano passado, e a IOUU, que iniciou operações em março deste ano.

A IOUU oferece o empréstimo com taxas subsidiadas para nano empreendedores ou Microempreendedores Individuais (MEIs) de baixa renda, que faturam até 81 mil reais por ano e podem tomar empréstimos de até 5 mil reais, parcelados em até 36 meses. A exigência é que o negócio tenha pelo menos um ano de vida.

Na Firgun, o empreendedor pode tomar empréstimos de até 3 mil reais sem juros que podem ser parcelados em até 10 vezes, contanto que fature até 200 mil reais por ano e tenha pelo menos dois anos de experiência no ramo.

Apesar de não cobrarem juros nas operações, os sites podem cobrar taxas de originação sobre os empréstimos. Na IOUU, ela varia de 3% a 6% do valor da operação. Na Firgun, empréstimos de até 1 mil reais têm taxas totalmente subsidiadas. “Ou seja, para esses empréstimos, o Custo Efetivo Total (CET) da operação é 0”, diz Fábio Takara, diretor da plataforma. Já em empréstimos de mil reais a 2 mil reais é cobrada uma taxa de 2% sobre o valor captado e, entre 2 mil reais e 3 mil reais, de 4%.

 

 

A IOUU já financiou quatro nano empreendedores na modalidade de empréstimo: um desenvolvedor de aplicativos que tem mal de Parkinson em Minas Gerais; uma cabeleireira do Espírito Santo, que tomou o empréstimo para comprar estoque; um proprietário de food truck de hot dog no Rio de Janeiro; e uma vendedora de roupas que usou o dinheiro para investir em uma loja física.

Já a Firgun captou recursos para oito empreendedores, entre eles um proprietário de uma quitanda em São Paulo, que desejava comprar mais estoque, e um mini mercado localizado também na capital, que desejava aumentar seu fluxo de caixa para ter produtos sempre disponíveis.

Naturalmente, os empréstimos devem ser pagos em dia. Caso contrário, no IOUU é cobrada uma multa de 1% sobre o valor da parcela mais 0,33% de juros por mês de atraso. Na Firgun, a multa é de 2% sobre o valor parcelado mais juros de 0,5% por mês de atraso.

O investidor pode aplicar a partir de 25 reais na Firgun e a partir de 100 reais na IOUU.

Parceiros e exigências

Uma das estratégias para aumentar o público atendido pelo IOUU são as parcerias com centros comunitários e organizações que trabalham a capacitação empreendedora para indicar pessoas que estejam aptas e tenham potencial para receber um financiamento.

Firgun já trabalha em parceria com organizações não-governamentais (ONGs) que atuam na periferia de cidades de São Paulo e no norte de Minas Gerais, como a Afrobusiness e a Barca. “Estamos também em conversas adiantadas com parceiros em Salvador e Pernambuco”, diz Takara. Quem busca tomar empréstimos sem juros na plataforma é redirecionado para esses parceiros, para que passem por um filtro que inclui verificar a real necessidade do dinheiro, história do empreendedor e o que vai fazer com o dinheiro.

Bruno Sayão, da IOUU, diz que o diferencial para obter o empréstimo e atrair a atenção de investidores não é ter uma boa história, mas, sim, condições de arcar com o empréstimo. “A inadimplência acaba prejudicando vários outros tomadores, uma vez que os investidores não vão querer mais emprestar”.

A captação dos recursos pode demorar até 15 dias na IOUU. Quem quiser captar dinheiro na plataforma, basta preencher um cadastro online, selecionar a modalidade na qual o seu negócio se enquadra, preencher o valor desejado e o número de parcelas, além de demais informações referentes à empresa, como faturamento e tempo de fundação. É necessário comprovar renda.

IOUU

Valor do empréstimo: Até 5 mil reais
Prazo: Até 24 meses
Investimento mínimo: 100 reais
Taxa de originação: De 3% a 6% do valor da operação
Faturamento: Até 81 mil reais por ano
Multa: 1% sobre o valor da parcela + juros de 0,33% ao mês
Mais informações

Firgun

Valor do empréstimo: Até 3 mil reais
Prazo: Até 10 meses
Investimento mínimo: 25 reais
Taxa de originação: Isenta para empréstimos de até 1 mil reais e entre 2% e 4% para empréstimos de mais de 1 mil reais a 3 mil reais
Faturamento: Até 200 mil reais por ano
Multa: 2% sobre o valor parcelado + juros de 0,5% ao mês
Mais informações