Site mostra custo diário de viagens a mais de 100 destinos

"Quanto Custa Viajar" calcula os gastos diários de acordo com o padrão da viagem

São Paulo – A última coisa que qualquer pessoa pode querer ao sair de férias é trazer algumas dívidas como lembrança da viagem. O site “Quanto Custa Viajar” ajuda os turistas a evitar esse tipo de incômodo.

Além de mostrar os gastos diários de mais de 100 destinos internacionais, o site permite pesquisar os custos de acordo com o seu perfil (mochileiro, econômico ou confortável).

Para chegar ao gasto diário, o site inclui os preços das principais atrações turísticas, os custos médios com transporte e hospedagem na cidade e as despesas com refeições.

Os valores são pesquisados pela própria equipe do “Quanto Custa Viajar” em blogs e sites turísticos. Informações enviadas por leitores também são usadas para a formação dos preços.

O site também mostra os custos médios das passagens aéreas a partir de dados coletados nos sites Decolar.com, Submarino e E-destinos.

No fim da página, o usuário pode verificar o custo total da viagem, incluindo a passagem aérea.  Os resultados das pesquisas já mostram automaticamente os gastos para uma estadia de oito dias, mas é possível alterar a duração da viagem.

A necessidade faz a ocasião

O site foi lançado em dezembro de 2014. Fabio Yamahira, CEO e co-fundador do “Quanto Custa Viajar”, conta que a ideia surgiu a partir de uma necessidade própria. 

“Na maioria das vezes que buscava por informações de custos de atrações, transporte, acabava caindo em sites que falavam sobre a atração, mas nunca havia o preço, e quando encontrava, via que a página estava desatualizada há mais de três anos”, diz o Yamahira.

Para resolver o seu problema – e ajudar outros viajantes de quebra -, ele resolveu criar uma ferramenta que permitisse planejar as despesas da viagem de ponta a ponta e sem complicações.

O projeto foi apresentado aos amigos Igor Pucci e Amanda Santiago no final de 2013 e juntos os três desenvolveram a plataforma. Os três sócios são de Curitiba e já possuíam experiência na área de desenvolvimento de sites. 

De acordo com Yamahira, o site deve expandir a quantidade de destinos em 50% nos próximos dois meses e em breve será lançada também a versão para smartphones.