Santander lança serviço que transfere dinheiro ao exterior em até 2 horas

One Pay FX utiliza tecnologia baseada em blockchain para reduzir tempo médio de remessas de 2 dias para até 2 horas

São Paulo – Você manda dinheiro com frequência para o filho que faz intercâmbio ou mantém um imóvel no exterior, mas a transferência dos valores demora e você nunca sabe quantas tarifas terá de pagar na operação?

Seguindo os passos de startups como Transferwise, grandes bancos também estão buscando desburocratizar essa operação. O Santander acaba de lançar um serviço que permite efetuar transferências internacionais de forma mais rápida.

No One Pay FX, a promessa do banco é que o valor seja entregue em até duas horas, desde que a operação seja feita dentro do expediente bancário no país de destino. Atualmente, o prazo médio para conclusão da operação é de dois dias. As transferências poderão até ser instantâneas se tiverem como destinatário a rede do próprio banco em outro país.

Inicialmente, o serviço permitirá o envio de libras esterlinas do Brasil para o Reino Unido em operações limitadas ao equivalente a 3 mil dólares. Até o fim deste primeiro semestre, também poderão ser feitas remessas de euros para a Espanha. Transferências para os demais países da União Europeia estão previstas para a segunda metade deste ano. E, a partir de 2019, serão liberados o envio de dólares para os Estados Unidos e o recebimento de remessas em reais no Brasil.

O valor exato que chegará à conta do destinatário, na moeda de destino, será informado no momento de conclusão da transação, algo que não é possível na maioria dos serviços de remessas disponíveis. Pelo modelo tradicional de transferências internacionais, o dinheiro precisa circular entre instituições parceiras, de forma que tanto o prazo quanto os valores das taxas só são conhecidos quando o recurso é entregue ao destinatário.

O novo serviço do banco consegue simplificar a operação por conta do uso de blockchain. A tecnologia dispensa a necessidade de uma entidade que valide cada operação, a Swift. Isso aumenta a agilidade das remessas e reduz custos. “O serviço de remessas internacionais segue um mesmo modelo há séculos. Queremos desmistificar o câmbio, que deveria ser tão simples quanto uma TED, só que com a conversão da moeda no caminho”, explica Geraldo Rodrigues Neto, superintendente executivo de Segmentos e Produtos para Pessoa Física do Santander Brasil.

De largada, apenas clientes Select terão acesso ao serviço. Mas a expectativa é que, até o final de maio, clientes Van Gogh também possam realizar transferências pelo One Pay X e, até o fim do semestre, esse acesso seja estendido a todos os clientes do banco.

Na fase de lançamento, os clientes brasileiros do banco serão isentos do pagamento das tarifas de envio e recebimento dos recursos. O banco não diz quando essa isenção deve terminar. Posteriormente, a expectativa é que a tarifa cobrada nessas operações deve ser menor do que a cobrada atualmente pelo banco (195 reais).

Os clientes podem acessar o Santander One Pay FX diretamente no aplicativo do banco para dispositivos móveis.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s